Proposta que tornaria o Nepal oficialmente hindu é reprovada e laicidade permanece

"A decisão da assembleia constituinte frustrou os grupos radicais hindus e fez com que eles reagissem atacando os cristãos", comenta analista da Portas Abertas

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Segunda-feira, 28 Setembro de 2015 as 10:04

Templo Hindu
Templo Hindu

A proposta da Constituição do Nepal, de tornar o país oficialmente hindu, não foi aprovada e o Estado vai permanecer laico, de acordo com a Assembleia do Parlamento.

Se por um lado a decisão gerou alguns protestos de grupos nacionalistas hindus, por outro as igrejas e minorias étnicas comemoraram a decisão.

Relatórios da Portas Abertas ponderam a respeito da decisão. "Embora esta seja apenas uma das várias preocupações dos cristãos, sobre a nova Constituição, saber que o país continua laico é uma notícia de alívio para o momento. O Nepal foi um reino hindu até 2006, mas a proposta de tornar o hinduísmo como religião oficial do estado não foi aprovada pela maioria. Não quer dizer que os problemas foram resolvidos, mas pelo menos continuam no mesmo nível”

Confrontos violentos foram registrados após o resultado da votação. "A decisão da assembleia constituinte frustrou os grupos radicais hindus e fez com que eles reagissem atacando os cristãos. Em menos de 24 horas após a decisão, três igrejas no distrito oriental de Jhapa foram bombardeadas", disse um analista da Portas Abertas.

 

veja também