Quênia: Grupo islamita ataca e deixa Bíblia sobre o corpo de uma vítima

Cristão têm sido vítimas de frequentes ataques do grupo al-Shabab

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 10 Julho de 2014 as 10:27

Missões_Bíblia no mortoNo último final de semana, pelo menos 29 pessoas foram mortas pelo grupo islamita somali al-Shabab no Quênia.

Um comissário de polícia do Estado de Lamu relatou que um grupo de 15 homens armados invadiu a vila de Malamandi, em Hindi, enquanto outro grupo atacou a delegacia de Gamba, no condado de Tana River, onde libertou os presos, entre eles um militante da al-Shabab.

Os líderes cristãos do Quênia temem que os conflitos religiosos estejam fora de controle. O país tem presenciado um crescimento nos ataques do grupo al-Shabab, que tem ligação com a Al Qaeda.

Uma vila em Hindi foi invadida e o grupo colocou fogo em uma igreja. A perseguição religiosa ficou clara quando guerrilheiros islamistas colocaram uma Bíblia sobre o corpo de um dos mortos.

No último mês, cerca de 60 cristãos foram mortos enquanto assistiam a jogos da Copa do Mundo na TV, prática condenada pelos muçulmanos radicais.

Mesmo com o clima de terror e o medo, a frequência na igreja subiu de 50 para 150 pessoas.


com informações do mtagora

 

 

veja também