Refém britânico aparece em novo vídeo e mostra áreas dominadas pelo Estado Islâmico que foram atacadas

Através de John Cantlie, o grupo radical critica os ataques da coalizão internacional

fonte: Guiame, com informações da EFE / G1

Atualizado: Terça-feira, 10 Fevereiro de 2015 as 8:36

Nesta segunda-feira, 9 de fevereiro, o Estado Islâmico divulgou mais um vídeo. Desta vez, o refém britânico John Cantlie aparece em alguns lugares controlados pelo grupo na província de Aleppo, como a cidade de Al Bab.

Diferente de outros reféns em outros vídeos, o britânico aparece com roupas normais e mostra áreas destruídas por "aviões de (Bashar) al Assad e agora pelos dos Estados Unidos".

Cantlie conversa com alguns seguidores do Estado Islâmico e um deles, francês, confirma a chamada dos radicais aos muçulmanos na França e Europa para que realizem ataques de 'lobos solitários'.

Através do britânico, no vídeo o EI critica os bombardeios da coalizão internacional, liderada pelos EUA, contra o grupo terrorista, e faz propaganda do califado proclamado pelos jihadistas em áreas da Síria e do Iraque sob seu controle.

veja também