Relatório da ONU fala em genocídio cometido pelo Estado Islâmico

Com depoimentos de vítimas e testemunhas do grupo islâmico, documento foi divulgado nesta quinta-feira

fonte: Guiame, com informações da AFP e G1

Atualizado: Quinta-feira, 19 Março de 2015 as 1:23

Grupo Estado Islâmico
Grupo Estado Islâmico

Nesta quinta-feira (19), a Organização das Nações Unidas divulgou um relatório informando que o Estado Islâmico pode ter cometido genocídio contra a comunidade yazidi, crimes contra a humanidade e crimes de guerra contra civis, inclusive crianças.

O documento foi feito com base em mais de cem entrevistas com vítimas e testemunhas do grupo islâmico. Agora espera-se que o caso seja encaminhado ao Tribunal Penal Internacional (TPI) para que os criminosos sejam denunciados.

No combate às atrocidades do Estado Islâmico, as forças do governo iraquiano e milícias aliadas também podem ter cometido o que se considera crimes de guerra.

As investigações começaram em setembro pelo Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, logo após o grupo terrorista se apoderar do norte do Iraque.

Os investigadores também denunciam o "tratamento brutal" infligido a outros grupos étnicos, incluindo cristãos, turcomanos, sabeus, curdos e xiitas.


.

veja também