Relatório mostra crescimento da perseguição religiosa em todo o mundo

Nos países em que houve alguma mudança referente à liberdade religiosa, foi para pior

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 10 Novembro de 2014 as 9:13

perseguição religiosaA organização 'Aid to the Church in Need' produziu o Relatório "Liberdade Religiosa no Mundo - 2014", em que jornalistas, acadêmicos e comentaristas de todo o mundo trabalharam para revelar preocupações acerca da liberdade religiosa em 116 países, que representa quase 60% de todo o mundo.

Nas 196 nações analisadas, entre 2012 e 2014, ficou constatado que, nos países em que houve alguma mudança referente à liberdade religiosa, foi para pior.

Em 55 dos países observados (ou 28 por cento), a deterioração das condições de liberdade religiosa é claramente visível. Apenas seis dos 196 países – Irã, Emirados Árabes Unidos, Cuba, Catar, Zimbábue e Taiwan – foram classificados com uma melhoria. Porém, desses, quatro permanecem como vivendo em "médio" ou "alto" nível de perseguição.

Em 14 dos 20 países considerado com elevado grau de intolerância religiosa ou perseguição ativa, o problema está ligado ao islã extremista. São eles: Afeganistão, República Centro-Africana, Egito, Irã, Iraque, Líbia, Maldivas, Nigéria, Paquistão, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Síria e Iêmen.

Nos seis países restantes – Mianmar, China, Eritreia, Coreia do Norte, Azerbaijão e Uzbequistão – a perseguição religiosa está relacionada, sobretudo, a regimes autoritários.


com informações da ACN/Portas Abertas

 

veja também