Situação se agrava e cristãos ficam vulneráveis como refugiados no Iraque

Os que decidem fugir para outra região são considerados refugiados dentro do próprio país

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 20 Junho de 2014 as 12:49

IraqueCentenas de famílias cristãs já têm fugido de suas casas no Iraque, mas a situação continua a se agravar a cada dia.

Os cristãos que decidem fugir para a região curda são considerados refugiados dentro do próprio país.

Como refugiados, eles enfrentam altas taxas de desemprego e habitação inadequada, além de dificuldade em encontrar escolaridade (especialmente universidade) para os filhos, assistência médica inadequada e racionamento de alimentos, devido a problemas de registro e discriminação.

"Estou muito preocupado com a rápida deterioração da segurança no Iraque", disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Ele se reuniu com líderes religiosos e políticos iraquianos para pedir que se unam para evitar atos de repesália.


com informações da Portas Abertas

 

veja também