Sudanesa Meriam Ibrahim fala sobre tempo que passou na prisão: "Eu sabia que Deus estava comigo"

Embora Ibrahim tenha sofrido na prisão - não sendo liberada do cativeiro nem para dar à luz a sua filha - ela diz que sabia que Deus estava com ela durante todo este tempo de sofrimento.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 18 Setembro de 2014 as 10:02

"Eu sabia que Deus estava comigo em todo tempo", disse a sudanesa Meriam IbrahimA cristã sudanesa Meriam Ibrahim se pronunciou recentemente sobre a perseguição e o sofrimento que ela sofreu enquanto estava presa em razão de não negar sua fé. Ibrahim recebeu asilo nos Estados Unidos em agosto desta ano (2014), mas passou meses na prisão em seu país por acusações de apostasia.

Embora Ibrahim tenha sofrido na prisão - não sendo liberada do cativeiro nem para dar à luz a sua filha - ela diz que sabia que Deus estava com ela durante todo este tempo de sofrimento.

"A situação era difícil, mas eu tinha certeza de que Deus estava ao meu lado. Eu apenas não perdi a minha fé e eu sabia que Deus iria ficar ao meu lado em qualquer momento, em qualquer situação", disse Ibrahim.

A sudanesa foi detida em razão de declarar sua fé cristã. O governo do Sudão acreditava que ela deveria praticar a mesma fé de seu pai distante, um muçulmano. Ibrahim argumentou que sua mãe era uma cristã e ela tinha praticado o cristianismo durante toda a sua vida.

"Eu sabia que Deus iria me ajudar, que Deus sabia que eu era uma vítima da injustiça. É o meu direito praticar a religião que eu escolher", disse Ibrahim.

Ibrahim agora está segura em New Hampshire (EUA) com o marido, um cidadão norte-americano, e dois filhos pequenos.

Ela diz que ainda precisa de orações, considerando que ainda está se ajustando à nova vida.

Ibrahim também agradeceu aos cristãos de todo o mundo pelo apoio e orações em seu nome.

Com informações do Christian Head Lines

*Tradução por João Neto - www.guiame.com.br

veja também