Sudanesa Meriam Ibrahim será homenageada em solenidade oficial, nos EUA

A sudanesa cristã permaneceu presa por meses - mesmo estando grávida -, recusando-se a negar o nome de Jesus Cristo e chegou a ser condenada à morte na época.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Segunda-feira, 23 Fevereiro de 2015 as 10:26

A sudanesa cristã que ganhou as manchetes internacionais no ano passado (2014) por se recusar a negar sua fé na prisão, receberá no próximo sábado, uma homenagem das mãos do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.
 
Ibrahim foi presa por ter assumido sua fé cristã, mesmo com o seu pai - que havia abandonado sua família quando ela ainda era jovem - sendo muçulmano. De acordo com a lei do Sudão, Ibrahim ainda era considerada muçulmana por laços de sangue e o fato de ter se assumido cristã foi considerado como blasfêmia.
 
Ela permaneceu na prisão por meses - mesmo estando grávida -, recusando-se a negar o nome de Jesus Cristo e chegou a ser condenada à morte na época. Ibrahim conseguiu sua liberdade posteriormente e recebeu asilo nos Estados Unidos, também pelo fato de seu marido ser um cidadão dos norte-americano.
 
Segundo o Christian Today relatou, o "National Religious Broadcasters Award" ("Prêmio Nacional de Comunicadores Cristãos" nomeou Ibrahim para receber a homenagem referente ao ano de 2014 das mãos do presidente em razão de sua recusa em negar a sua fé.
 
"Meriam Ibrahim é um exemplo moderno do que significado de não ter vergonha de Cristo", disse o presidente e CEO da premiação, Jerry A. Johnson. "Estamos honrados em poder homenagea-la, bem como nos alegramos com ela pelo cuidado de Deus em sua vida".
 
Em uma entrevista anteriormente concedida à emissora internacional BBC, Ibrahim disse que não conseguiria descrever o tempo que passou na prisão.

"Mas há outros que estão em piores condições no Sudão, se comparadas àquelas em que eu estive" disse Ibrahim.
 
"Infelizmente, isso foi tudo sob o pretexto da lei. Portanto, em vez de proteger as pessoas, a lei as prejudica".
 
Ibrahim está confirmada para receber o Prêmio NRB das mãos do presidente em 28 de fevereiro.

 

veja também