Terrorista da Al-Qaeda relata conversão ao Evangelho

Osama pertencia a Frente Al-Nusra, conhecida também como a Al-Qaeda da Síria. Ele se converteu depois que um cristão compartilhou, com ele, o Evangelho. Por isso, ele foi preso e brutalmente torturado pelo grupo terrorista em que servia.

fonte: Guiame, com informações do Charisma News

Atualizado: Terça-feira, 22 Setembro de 2015 as 3:06

Osama pertencia a Frente Al-Nusra, conhecida também como a Al-Qaeda da Síria.
Osama pertencia a Frente Al-Nusra, conhecida também como a Al-Qaeda da Síria.

 

A crueldade dos inúmeros ataques causados por grupos islâmicos extremistas tem sido a marca desses militantes. Mas a história de um antigo membro da Al-Qaeda teve um rumo diferente dos terroristas sempre noticiados pela mídia.

Osama pertencia a Frente Al-Nusra, conhecida também como a Al-Qaeda da Síria. Ele se converteu depois que um cristão compartilhou, com ele, o Evangelho. Por isso, ele foi preso e brutalmente torturado pelo grupo terrorista em que servia.

A noite de sua execução foi programada, e a única forma de Osama ser poupado seria negando sua nova fé, mas ele se recusou. O executor ficou impressionado e deu novas instruções a Osama: "Quando vendarmos você, e quando você ouvir o primeiro tiro, caia no chão e não se mova. Finja que você é um homem morto".

Osama seguiu as instruções. Minutos depois, ele abriu os olhos e encontrou todos os homens do pelotão de fuzilamento mortos, e o executor havia desaparecido. Hoje, Osama está seguro em um local isolado.

Essa é uma promessa das Escrituras Sagradas: "Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá" (Salmo 37:5). 

veja também