Tradutores de Bíblia estão sendo presos e mortos em países muçulmanos, afirma ONG

Na Índia, o grupo relatou que um tradutor foi arrancado de sua casa durante a madrugada e levou 17 tiros. Na mesma semana, 16 casos de tradutores presos e torturados foram registrados.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Quinta-feira, 17 Dezembro de 2015 as 5:08

Muitos tradutores enfrentaram duros desafios. (Foto: Jeremy Reynalds)
Muitos tradutores enfrentaram duros desafios. (Foto: Jeremy Reynalds)

Tradutores da Bíblia também tem sido submetidos a uma intensa perseguição em algumas partes do mundo, segundo revelou a Wycliffe Associates, organização que promove a tradução das Escrituras Saradas em diversas línguas.

Ao iniciar novos projetos de tradução de Bíblias este ano, muitos dos tradutores da organização enfrentaram duros desafios, particularmente em países predominantemente muçulmanos.

Na Índia, o grupo relatou que um tradutor foi arrancado de sua casa durante a madrugada e levou 17 tiros. Na mesma semana, 16 casos de tradutores presos e torturados foram registrados.

Outros tradutores têm enfrentado situações inexplicáveis. O líder de uma oficina de tradução no Sudeste Asiático perdeu a voz misteriosamente, enquanto um número significativo de participantes da oficina ficou doente. Um jovem tradutor do mesmo grupo também morreu enquanto cochilava durante o workshop.

De acordo com Bruce Smith, presidente da Wycliffe, o que os tradutores estão vivendo é uma parte esperada da guerra espiritual. Por outro lado, ele expressou alegria pelo fato de o grupo ter lançado 203 projetos de tradução em todo o mundo, dentro de um ano.

"Eu estava empolgado para testemunhar a Deus em um trabalho como este. Estávamos frustrados diante das nossas próprias forças. Mas quando oramos, quando reconhecemos o poder de Deus, Deus abre as portas'', disse Smith.

Atualmente, a organização está envolvida em um grande esforço chamado "Visão 2025", um plano para ter a Bíblia traduzida em todas as línguas do mundo até 2025.

veja também