Um ano após terremotos, missionários ainda trabalham para ajudar pessoas no Nepal

Apesar da burocracia e conflitos políticos que atrasam o direcionamento de bilhões de dólares doados às vítimas dos terremotos, os ministérios cristãos locais têm entrado em cena, fornecendo roupas, cobertores, lenha e comida aos sobreviventes.

fonte: Guiame, com informações do Gospel Herald

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2016 as 1:30

Homem revira escombros após terremoto no Nepal. (Foto: Reuters)
Homem revira escombros após terremoto no Nepal. (Foto: Reuters)

Um ano após grandes terremotos - sendo um deles de magnitude 7,3, - ter devastado o Nepal, missionários cristãos continuam a trabalhar incansavelmente na região, fornecendo apoio espiritual e físico para as pessoas que ainda estão traumatizadas.

No dia 12 de maio de 2015, um grande terremoto atingiu o leste do Nepal, perto do Monte Everest, apenas duas semanas depois de mais de 9.000 pessoas já terem morrido em um abalo sísmico anterior.

De acordo com um relatório da organização 'Christian Aid Mission' ('CAM'), milhões de dólares em ajuda internacional continuam "amarrados com uma fita vermelha", sendo que apenas uma fração dos 4,1 bilhões de dólares em apoio foram desembolsados até o momento, segundo dados do governo. Um relato da Reuters observou que pouco desse fundo foi gasto, devido às discussões entre os partidos políticos, que levam a um atraso na ajuda aos milhões de sobreviventes dos terremotos.

No entanto, os ministérios cristãos locais têm entrado em cena, fornecendo roupas, cobertores, lenha e comida para aqueles que ainda continuam sofrendo os efeitos dos terremotos que atingiram o Nepal no ano passado.

"Pela graça e disposição dEle por meio de vocês, nós fomos abençoados para fornecer colchas quentes para as famílias que perderam suas casas nos terremotos, agasalhos para crianças e materiais de construção para a construção de novos templos para as igrejas", disse o diretor de um ministério local à 'CAM'.

Após perder seu marido e sua casa, uma mulher conseguiu entrar para a lista de destinatários para uma nova moradia, doada por um ministério local.

"Pela primeira vez este ano, vou ser conseguir dormir aquecida", disse a mulher com lágrimas nos olhos.


Burocracia e lentidão
O governo do Nepal também tem apresentado lentidão para progredir com esforços para reconstruir o país, de modo que aparenta estar focado em formular uma nova constituição desde o ano passado. No entanto, o governo recentemente aprovou requisitos para a construção de casas resistentes a terremotos, permitindo que os integrantes do ministério e outros sobreviventes comecem a coletar materiais para reconstruir casas.

"Nós recebemos cerca de 20.000 dólares para essa reconstrução", disse o líder do ministério local. "Por favor, orem que consigamos ser bons administradores desses fundos e possamos utilizá-los com sabedoria".

Os terremotos também demoliram muitos prédios e templos de igrejas, mas com o apoio da 'CAM', ministérios locais foram capazes de reconstruir duas igrejas e outros templos também estão neste processo. Recentemente, três pessoas de uma das igrejas cujo edifício foi reconstruído foram batizadas, e no mesmo lugar, uma cerimônia de casamento foi realizada.

No Nepal, o hinduísmo impera como a religião principal da população. Dos 28 milhões de habitantes do país, os cristãos representam menos de 1,5% por cento. Recentemente, o antigo reino Hindu adotou uma nova constituição que declarou o país um Estado Laico.

No entanto, o crescimento do cristianismo no local ainda se torna evidente, enquanto as igrejas continuam batizando novos membros e o evangelismo nas casas cresce a cada dia.

O médico cristão, Dipayan tem servido incansavelmente os moradores, desde que os terremotos atingiram o país.

"Alguém veio de uma das ONGs [organizações não governamentais], sem ter muito com quê ajudar essas pessoas", disse a líder de um ministério local. "Dipayan me disse que ele não dormiu durante quatro dias, mas que ele está fazendo o possível. As pessoas estão vindo a ele para obter ajuda, aconselhamento e assim por diante".

Essa líder ministerial disse que os médicos e outros voluntários de fora da aldeia não sabem o idioma local, deixando Dipayan em um papel crítico como um trabalhador local.

"Os moradores não compreendem as outras pessoas que vêm para ajudá-los", disse o líder do ministério. "Eu acho que há um plano de Deus para Dipayan em ajudá-los, porque depois do terremoto, ele foi a principal pessoa que desempenhou um papel importante entre os moradores e trabalhadores humanitários. Ele é uma pequena luz que brilha nas aldeias. Ore para que os olhos das pessoas sejam abertos para ver essa luz".

A Missão 'Christian Aid' observou que ainda há uma necessidade urgente de alimentos, lonas e outros itens de emergência, bem como materiais de construção nas aldeias locais. Pastores estão atualmente realizando sessões de treinamento, onde eles fornecem não só artigos de socorro, mas levam a Palavra de Deus, também.

"Muita cura interior tem acontecido por lá", disse um missionário da 'CAM', sobre uma sessão de treinamento realizada anteriormente. "Algumas centenas de pessoas da região morreram e todos perderam suas casas, mas agora eu acredito que eles serão consolados e eu acredito que este próximo treinamento também irá trazer alegria a essas aldeias. Obrigado por suas orações".

Pastor Lazrus Rasaily (à esquerda) batiza novo convertido, fruto do evagelismo nas casas, realizado pelo ministério Levitas Nepal. (Foto: Arquivo pessoal)


Esperança
A equipe do Portal Guiame tem mantido contato com o pastor Lazrus Rasaily, que dirige o ministério 'Levitas Nepal' e busca dar apoio a famílias desabrigadas e financiar a educação de crianças e adolescentes em Catmandu (capital do país).

Em uma carta enviada à redação do Guiame, no mês de dezembro, Lazrus mostrou fotos de nove pessoas sendo batizadas pelo ministério, apesar da situação caótica em que o país ainda se encontra.

"Posso testemunhar através da minha experiência que, mesmo em meio à fome e desastres, Deus é poderoso e tem sido verdadeiramente fiel para nos manter vivos e firmes no cumprimento da ordem que Ele nos deu, com tremenda quantidade de favor e bênçãos", relatou.

veja também