Veja 5 maneiras práticas de ajudar os cristãos perseguidos

De acordo com Neal Samudre, colunista do Huffington Post, há muitas maneiras de nos envolver nessa luta. Foram listadas por ele 5 maneiras de ajudar nossos irmãos perseguidos.

fonte: Guiame, com informações de Huffington Post

Atualizado: Quinta-feira, 5 Março de 2015 as 10:07

Menina do alto de uma construção olhando a vista do Oriente Médio.
Menina do alto de uma construção olhando a vista do Oriente Médio.

 

Não podemos ignorar essa realidade: os cristãos são perseguidos em todo o mundo. A perseguição não se resume apenas nos atos brutais do Estado Islâmico, mas acontece também em outras regiões do planeta. O exemplo mais próximo do Brasil é a Colômbia, classificada como o 35º país mais perseguidor de cristãos do mundo.

A perseguição é um grande problema, mas não é um problema impossível de ser ajudado. De acordo com Neal Samudre, colunista do Huffington Post, há muitas maneiras de nos envolver nessa luta. Foram listadas 5 maneiras práticas de ajudar nossos irmãos perseguidos:

1. Se informe

Muitas pessoas apoiam o fim da perseguição porque é a coisa certa a fazer, mas não entendem as lutas que os cristãos estão enfrentando. Devido a isso, podemos cair na tendência de orar sem se importar. Em outras palavras, o coração não estará no problema. Você precisa colocar o seu coração na causa, e para isso, você deve se informar sobre o que está acontecendo. O Guiame possui um canal de missões. Lá, você pode se atualizar de tudo o que acontece com nossos irmãos perseguidos.

2. Ore

Oração é sempre a solução, porque sem ela você não estaria fazendo nada. As orações são capazes de ir aonde você não pode, e de ajudar de maneira que você não consegue. Por meio das orações você pode fazer a diferença no mundo.

3. Escreva cartas

Escrever cartas pode ajudar você a se colocar no lugar dos cristãos a quem você escreve. Você pode entregá-las aos cristãos perseguidos, ou escrevê-las para o seu próprio bem – para colocar o seu coração nos cristãos perseguidos. Tente isto como uma atividade com amigos, ou por si mesmo, e você pode decidir depois se deseja enviar a sua carta ou não.

4. Não se sinta culpado por não estar sendo perseguido

Quando muitas pessoas falam sobre a perseguição, elas assumem uma culpa por não entender ou fazer alguma coisa. Isso é uma paralisia. Entenda que você está onde está por um motivo, e esse motivo é uma bênção. E você sabe o que fazer com as bênçãos? Use para abençoar os outros. Use o fato de que você não estar sendo perseguido como uma razão para ajudar aqueles que estão sendo perseguidos. 

5. Ofereça suas habilidades

Algo maravilhoso acontece quando os cristãos usam seus dons para ajudar a salvar o mundo: eles colaboram uns com os outros, e criam uma força para o bem. O que isto significa? Se você é um cinegrafista, você pode usar suas habilidades para criar um filme informativo sobre o assunto. Se você tem uma presença na câmara dos deputados, você pode influenciar os líderes a agir. Seja como for, você pode impactar pessoas a salvar cristãos perseguidos, de acordo com suas habilidades.

 

 

veja também