Você pode ajudar a consolar os cristãos que estão presos no Irã

conheça a história de cada um e envie sua mensagem

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 31 Julho de 2014 as 11:36

A perseguição aos cristãos no Irã é grande, tanto que o país fica entre os 10 países com maior índice de perseguição.

Alguns cristãos estão presos no Irã, mas permanecem firmes no posicionamento de sua fé.

A Portas Abertas convida você e sua igreja a orarem e enviarem mensagens a esses irmãos para mostrar que eles não estão sozinhos.

Irã _ cristãos presos

1. ALIREZA SEYYEDIAN (38 anos) foi preso em 2012, quando embarcava em um avião. Levado de volta para Teerã, capital do Irã, foi condenado a três anos e meio de encarceramento.

2. AMIN KHAKI (35 anos) é membro da igreja do pastor Behnam, e foi preso em março de 2012 em uma campanha do governo para pressionar os pastores das igrejas domésticas espalhadas pelo país.

3. BEHNAM IRANI (43 anos) é pastor e foi detido em 2010, tendo passado alguns meses na solitária. Ele foi condenado a seis anos de prisão, e está com a saúde bastante fragilizada.

4. FARSHID FATHI MALAYERI, pastor, (35 anos) foi capturado no Natal de 2010 e sentenciado a seis anos de detenção. Sua esposa e dois filhos emigraram para o Canadá.

5.MARYAM NAGHASH (36 anos) está confinada desde agosto de 2013, e cumpre pena de quatro anos. Ela tem problemas de coração e já sofreu um ataque cardíaco na prisão.

6.SAEED ABEDINI, pastor, (34 anos) foi detido em julho de 2012 e condenado a oito anos de prisão. Sua saúde está muito comprometida por causa das agressões que ali sofreu.

Siga as orientações e envie seu cartão para:

CRISTÃOS IRANIANOS

A/C Portas Abertas Brasil

Caixa Postal 12.655

CEP 04744-970

São Paulo, SP

Orientações

É extremamente importante que você siga estas orientações. Qualquer correspondência que fugir às regras será descartada.

Escreva individualmente para cada irmão.

Os cartões podem ser enviados até novembro de 2014.

Envie apenas cartões, não cartas. Você também pode mandar cartões-postais ou desenhos infantis. No caso de cartão-postal, não coloque seu endereço. Seu nome e país são suficientes.

Escreva de forma legível, de preferência com letra de forma.

Se você for encorajar seus filhos ou crianças de sua igreja a desenhar, tenha certeza de que os desenhos não façam alusão à violência. Desenhos desse tipo não serão enviados.

Se puder, envie selos, que serão mais interessantes do que apenas um envelope com o carimbo postal.

Não mande dinheiro nem presentes.


GUIAME/PORTAS ABERTAS

veja também