1.500 oficiais são enviados para proteger igrejas durante o Natal na Indonésia

Sumatra do Norte é uma população de maioria muçulmana, no entanto, há uma minoria cristã significativa de cerca de 30%.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 15 Dezembro de 2015 as 3:26

Policial segura rifle enquanto fica de guarda em frente a uma igreja queimada em Suka Makmur Village, em Aceh, Indonésia
Policial segura rifle enquanto fica de guarda em frente a uma igreja queimada em Suka Makmur Village, em Aceh, Indonésia

A Indonésia está despachando 1.500 policiais para proteger as igrejas de ataques terroristas durante o período de Natal e Ano Novo. As informações são do site Today Online. A polícia da capital do Norte de Sumatra, Medan, disse que a segurança extra é essencial por causa de crescente ameaça de ataques terroristas na Indonésia ligados ao ISIS.

"A operação de segurança já começou em cada igreja", disse o comissário Hamam Wahyudi, a partir de Polícia Medan. "Os líderes da Igreja e as suas congregações têm de comunicar imediatamente quaisquer itens suspeitos ou pessoas que possam ser suspeitas", ressaltou.

Sumatra do Norte é uma população de maioria muçulmana, no entanto, há uma minoria cristã significativa de cerca de 30%. É vizinho da província de Aceh, onde cerca de 1.000 igrejas foram fechadas desde 2006 e a Lei Sharia agora é implementada.

Sumatra do Norte é o lar do maior número de igrejas no país, de acordo com dados do Ministério de Assuntos Religiosos de 2008, com quase 5.400 protestantes e 1.700 igrejas católicas que servem quase 3 milhões de cristãos.

Em 2000, 18 pessoas foram mortas na Indonésia por uma série de ataques que visaram igrejas na véspera de Natal.

veja também