98% das igrejas usam o Facebook, de acordo com pesquisa americana

Hoje, líderes de ministérios têm seguidores no Twitter, Instagram e Facebook. Isso significa que a mensagem da igreja está sendo passada para fora das quatro paredes.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Terça-feira, 10 Março de 2015 as 6:07

Muitas igrejas tem encontrado formas de se conectar com seus membros através da tecnologia.
Muitas igrejas tem encontrado formas de se conectar com seus membros através da tecnologia.

 

Muitas igrejas tem encontrado formas de se conectar com seus membros através da tecnologia. Um levantamento  feito pela ROAR, uma organização americana de mídia social religiosa, constou que 98% das igrejas entrevistadas usam o Facebook, e 77% usam o Twitter. Os Blogs, Instagram, Pinterest e Google+ são menos populares, mas ainda são utilizados por algumas igrejas. Isso mostra que mais pessoas estão compartilhando sobre a fé nas plataformas online.

Hoje, líderes de ministérios têm seguidores no Twitter, Instagram e Facebook. Isso significa que a mensagem da igreja está sendo passada para fora das quatro paredes.

As igrejas também têm abraçado a diversidade de multimídias nos cultos. Hoje, pode-se notar as adaptações de vários meios de comunicação. Muitas igrejas usam vídeos, PowerPoint ou softwares de apresentação similares  durante a adoração. 

Os membros também tem diferentes formas de ofertar e dizimar nas igrejas – por meio de ofertas através do site, ou máquinas de débito. Em uma igreja na Flórida, 60 a 75% da oferta é feita online. 

Ao abraçar a tecnologia e utilizar novos softwares, o impacto de uma igreja em sua comunidade pode aumentar significativamente. No entanto, o que a igreja não pode esquecer é que a essência do evangelho é uma só. Pedro conseguiu converter mais de 3 mil pessoas sem mídias sociais ou estruturas tecnológicas. As pessoas foram tocadas pelo poder do Espírito Santo.

 

 

veja também