Após trágico tiroteio em escola, Igrejas de pequena cidade dos EUA dão apoio à comunidade

Até agora, três mortes foram registradas e mais três adolescentes ficaram feridos. A escola cancelou as aulas durante toda a semana e conta com o apoio de igrejas locais.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 31 Outubro de 2014 as 12:20

Após trágico tiroteio em escola, Igrejas de pequena cidade dos EUA dão apoio à comunidade À medida que a pequena cidade de Marysville (Washington, EUA) continua a se recuperar de um tiroteio em um colégio, na última sexta-feira, 24/10, as igrejas estão fazendo o possível para apoiar a comunidade que ainda sofre com a tragédia.

Funcionários do hospital anunciaram na noite de domingo que uma menina de 14 anos, aluna da Pilchuck High School, ferida no tiroteio, não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

Identificada com o nome de Gia Soriano, a caloura entrou para a lista de mortos no tiroteio, que até agora tem três nomes.

Em um comunicado, a família da adolescente expressou o seu lamento.

"Estamos devastados por esta tragédia sem sentido Gia é a nossa linda filha e as palavras não podem expressar o quanto vamos sentir sua falta", escreveram.

Entre as vítimas que morreram no tiroteio estava também o próprio autor dos disparos, Jaylen Fryberg, que entrou na cantina da escola na sexta-feira de manhã e abriu fogo contra os estudantes, antes de virar a arma contra si mesmo. A outra vítima foi identificada como Zoe R Galasso, também de 14 anos de idade.

Três adolescentes ficaram gravemente feridos no tiroteio, incluindo dois dos primos de Fryberg, Andrew, de 15 anos de idade e Nate, de 14 anos de idade.

Andrew Fryberg e o terceiro estudante ferido, Shaylee Chuckulnaskit (14 anos), permanecem internados em estado crítico, sob cuidados intensivos, no hospital.

Com as aulas canceladas pela Escola durante toda a semana, as igrejas locais abriram suas portas para oferecer um espaço de oração, reflexão e apoio às famílias e toda a comunidade.

As igrejas Hillside e AC3 estão entre as que se ofereceram para fornecer um "espaço seguro e acolhedor" para os estudantes, famílias e vizinhos.

O salão / cafeteria da igreja AC3 esteve aberta durante toda a semana, 9 horas por dia, oferecendo almoço gratuito para os alunos da Pilchuck High School.

Voluntários também revezaram três turnos, como parte de um ministério de "presença" para contribuir com a campanha.

A Igreja Grove está oferecendo um espaço semelhante, abrindo suas portas, também durante nove horas / dia, durante toda esta semana e oferecendo café da manhã, almoço e lanches gratuitamente.

"Estamos juntos, unidos e nossas portas estarão abertas", disse a igreja em sua página no Facebook.

"É um lugar para vir e encontrar apoio, oração, aconselhamento, ou simplesmente desfrutar de comunhão... Vamos deixar que o amor vença".

A Starbucks (conhecida cafeteria norte-americana), localizada à rua 88, na cidade também esteve oferecendo café gratuito para os alunos da escola, funcionários e socorristas durante esta semana.

A Igreja Grove esteve lotada na última sexta-feira à noite, por conta de uma vigília nas horas que sucederam o tiroteio.

Com informações do Christian Today

*Tradução por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também