Ass. de Deus nega ter convidado Marina Silva para participar da celebração do Centenário no CE

Segundo o pastor Antônio José (líder da AD Templo Central), não houve qualquer convite oficial para Marina ou qualquer outro candidato participar do evento.

fonte: Guiame

Atualizado: Quinta-feira, 4 Setembro de 2014 as 2:58

Ass. de Deus nega ter convidado Marina Silva para participar da celebração do Centenário no CEUma notícia publicada em diversos meios de comunicação do Ceará, na última quarta-feira, 03/09, tem causado um misto de questionamentos e surpresa, tanto em cristãos como em não-cristãos. A informação passada é que Marina Silva "participaria" do culto de celebração do Centenário da Assembleia de Deus no Ceará. Porém, a organização do evento (AD Templo Central) informou em nota oficial e também em uma coletiva de imprensa, nesta manhã, que o convite à candidata não foi feito em caráter oficial, ou seja, não partiu de nenhum integrante da diretoria da denominação.

Segundo o pastor Antonio José - presidente da Assembleia de Deus Templo Central no Ceará - informou nesta manhã, a notícia o pegou de surpresa, assim como aconteceu com muitos internautas / leitores e espectadores.

"O evento acontece em pleno período eleitoral, mas eu quero deixar muito claro que nós não convidamos a candidata Marina Silva, nem qualquer outro candidato. [...] Consultei a liderança da nossa igreja, a liderança nacional, perguntei ao nosso presidente se partiu dele algum convite e ele negou veementemente. Consultei todos os membros da nossa diretoria nacional e todos negaram", informou.

Apesar do convite não ter sido feito oficialmente, o pastor esclaresceu que Marina Silva não será de forma alguma "barrada", caso compareça ao evento junto à sua equipe. O líder informou inclusive que poderá acomoda-los nos camarotes. Porém compreende que a participação de Marina poderá se restringir ao simples fato de celebrar com o público.

"A notícia não é de todo 'assustadora', porque ela vem participar do culto como crente em Jesus Cristo, de um culto de celebração, no qual vamos nos reunir para dar glórias a Deus. Porém, Marina enquanto candidata não participará do culto. Caso isto acontecesse, poderia acrescentar ao evento uma conotação de que haverá um palanque, um discurso ou pronunciamento político. Então se Marina ou algum outro candidato chegar aqui para celebrar conosco será muito bem vindo. Haverá um local apropriado para ele(a) em nossos camarotes. Porém lá onde estaremos com o altar de Deus levantado, não haverá espaços para discursos [políticos]", explicou.

Antônio José ainda destacou que confia na postura ética de Marina Silva e acredita que ela mesma recusaria a oportunidade de um discurso político na ocasião.

"Conhecendo a ética da nossa amada irmã Marina, se ela vier, vai dar glória a Deus conosco, vai adorar e vai fazer questão de ficar só adorando e glorificando a Deus", disse.

Segundo o líder da AD Templo Central, pastores que estejam se candidanto a cargos políticos também não poderão subir ao palco, para que este propósito de desvincular a imagem do evento a questões eleitorais seja mantido.

Por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também