Assembleia de Deus se une à Igreja de Deus em Cristo para lutar contra o racismo, nos EUA

As denominações pentecostais disseram que através da organização desta campanha, eles estão seguindo ordenanças bíblicas, como "chorar com os que choram".

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 12 Dezembro de 2014 as 2:07

Assembleia de Deus se une Igreja de Deus em Cristo para lutar contra o racismo, nos EUAAs duas maiores denominações pentecostais dos Estados Unidos se uniram para em 14 de dezembro (domingo) promover a campanha "Black Lives Matter" ("Vidas Negras Importam"). As Assembléias de Deus juntaram-se às congregações da Igreja de Deus em Cristo (COGIC) para responder à morte de Michael Brown e Eric Garner - homens negros que foram mortos por policiais brancos nos últimos meses.
 
As denominações pentecostais disseram que através da organização desta campanha, eles estão seguindo ordenanças bíblicas, como "chorar com os que choram".
 
O Superintendente Geral das Assembleias de Deus nos EUA, Dr. George O. Wood disse: "As vidas de todas as pessoas são preciosas para Deus, é claro, mas, no momento presente, muitos de nossos irmãos negros e irmãs da COGIC da AD sentem que suas vidas não são altamente valorizadas por muitos na América do Norte branca. Como exemplos, eles apontam para as recentes decisões controversas de júris nos condados de St. Louis, Missouri, e Staten Island, Nova York, para não voltar às de acusação contra policiais brancos nas mortes de dois homens negros, Michael Brown e Eric Garner".
 
"Seja qual for a sua opinião sobre estas decisões controversas, podemos ficar estar com os nossos irmãos e irmãs, e afirmar o valor da vida dos negros em geral e das suas vidas, especificamente? As Escrituras ensinam que Deus não tem prazer na morte de pessoas, nem mesmo a morte dos ímpios (Ezequiel 33:11). Se assim for, sejam qual for as circunstâncias, podemos estar certos de que Deus não tem prazer na morte de Michael Brown, nem na de Eric Garner. Portanto, nem nós deveríamos".
 
A campanha "Black Lives Matter" no próximo domingo será um dia designado à oração pelas famílias de Brown e Garner, bem como pelo sistema legal e judicial dos EUA. Os membros da AD e da COGIC (EUA) também vão orar para que os cristãos do país possam se unir e se tornarem-se "reparadores de Paredes quebradas, restauradores de ruas com moradias" (Isaías 58:12).
 
Com informações do Christian Post

*Tradução por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também