Ativistas vestem-se de Bíblia e protestam contra ataques de Israel a Gaza

Protesto foi durante um evento pró-Israel realizado nos Estados Unidos

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 25 Julho de 2014 as 10:47

protesto contra Israel_EUAEm Washington D.C., nos Estados Unidos, manifestantes se reuniram em frente a uma conferência Pró-Israel para se vestirem de Bíblia e atacar o evento 'Cristãos Unidos por Israel'.

Por diversas os ativistas interromperam o evento para chamar atenção dos conferêncistas aos cartazes com frases de impacto que eles tinham.

Os manifestantes fazem parte do grupo anti-guerra Code Pink, que usou o Twitter para promover o protesto na capital americana.

Entre alguns dos cartazes que chamaram atenção da mídia, os manifestantes estamparam a frase "Quem faria Jesus lançar bombas?".

O protesto foi durante o discurso do embaixador israelense nos EUA, Ron Dermer, e serviu para atacar também o primeiro-ministro israelene Benjamin Netanyahu.

Descrevendo-se como 'um movimento popular de paz e justiça social', o Code Pink gritou apoio aos palestinos atingidos por israelenses.

Como resposta, o embaixador afirmou que os manifestantes não passavam de uma "seção de idiotas" na parte de trás da sala.

O diplomata ainda acrescentou que as Forças de Defesa de Israel deveriam receber o Prêmio Nobel da Paz "para o combate com moderação inimaginável".


com informações do Christian Post

 

veja também