Ator cristão elogia iniciativa de Elijah Wood, que denunciou abusos sexuais em Hollywood

Sean Astin é mais conhecido por seu personagem na trilogia "O Senhor dos Anéis" e tem participado de filmes cristãos como "Mamãe, operação balada" e o mais recente "Você Acredita", visto por mais de 290 mil espectadores no Brasil.

fonte: Guiame, com informações do site Daily Telegraph

Atualizado: Quarta-feira, 8 Junho de 2016 as 11:07

Astin é o filho da lendária atriz americana Patty Duke. (Foto: Reprodução).
Astin é o filho da lendária atriz americana Patty Duke. (Foto: Reprodução).

O ator cristão Sean Astin elogiou seu colega de elenco no filme “O Senhor dos Aneis”, Elijah Wood por sua denúncia sobre o abuso sexual em Hollywood. O veterano do cinema de 45 anos diz que não foi abusado, mas apoia o amigo que teve a coragem de declarar sua posição sobre os constantes cenários de exploração sexual que são escondidos pela indústria.

"É realmente importante lembrar que os seres humanos precisam de apoio. Por isso eu dou meu apoio ao Elijah com tal força para compartilhou sua opinião", disse Astin ao site Confidencial.
"É o pontapé para essa discussão e eu estou orgulhoso de meu amigo”, revelou.

Astin é o filho da lendária atriz americana Patty Duke, que morreu em março com 63 anos. Ele estará em Sydney na próxima semana para a Supanova Pop Culture Expo. Ele interpretou Samwise Gamgee ao lado de Frodo Baggins na trilogia “O Senhor dos Anéis”, mas foi exposto pela primeira vez aos 14 anos, estrelando o filme de Steven Spielberg, Os Goonies, ao lado de Corey Feldman, que também tem denunciado o abuso que sofreu quando jovem.

“Eu fui abençoado por ter pais que eram incrivelmente protetores. Então eu diria que a minha experiência foi fantástica, mas eu também vi Corey, meu amigo, passando por um momento muito difícil", Astin explicou.

"Eu não sabia sobre o abuso sexual que ele estava passando, mas era evidente que ele estava sofrendo e eu me sentia impotente sem saber o que fazer para ajudar”, disse.

Sean Astin e Elijah Wood em "O Senhor dos Aneis". (Foto: Divulgação).

"Víboras na Indústria"

Já Elijah Wood disse: "É evidente que algo importante estava acontecendo em Hollywood. Foi tudo organizado. Há um monte de víboras nesta indústria, pessoas que só têm os seus próprios interesses em mente. Há uma escuridão nisso tudo e se você puder ao menos imaginar, isso provavelmente aconteceu", disse Wood que também é ator desde criança e tem sido uma voz crítica na indústria.

"Hollywood não é diferente de qualquer outro lugar, existem predadores em todos os lugares, mas, ao mesmo tempo, é um espaço único" disse Astin, curiosamente acrescentando que ele não teria problemas com suas três filhas seguindo seus passos.

"Eu ficaria bem se minhas filhas se engajassem nessa profissão. Eu digo isso por ser muito protetor. A maioria dos jovens artistas são excelentes, mas algumas pessoas são vitimizadas e é muito importante falar sobre isso para se certificar que existe uma cultura de sensibilização", pontuou.

veja também