Audiência da novela "Babilônia" cai 9 pontos na semana de estreia e evangélicos mantêm boicote

A queda na audiência pode representar a perda de mais de meio milhão de lares como público.

fonte: Guiame, com informações do Estadão

Atualizado: Segunda-feira, 23 Março de 2015 as 9:35

A polêmica já havia tomado conta dos comentários de telespectadores e internautas antes mesmo de sua estreia. A novela "Babilônia" recebeu críticas e ataques às vésperas da exibição de seu primeiro capítulo e durante toda a primeira semana. Coincidência ou não, a audiência da programação já apresentou considerável queda nesta semana de estreia.

Desde o capítulo de estreia na segunda-feira (15) até o último sábado (21), a novela apresentou uma queda de 9 pontos na audiência - considerando que cada ponto corresponde a cerca de 67 mil domicílios atualmente - segundo dados do ibope. A queda corresponde a uma perda de aproximadamente 33% de público.

A exibição de um beijo gay entre as personagens das atrizes Fernanda Montenegro e Nathália Timberg logo no primeiro capítulo parece ter vindo apenas para confirmar um dos fatores fortemente criticados pelos adeptos de boicotes que dominaram milhares de perfis nas mídias sociais e chegou até à bancada evangélica, com a publicação de um documento oficial pelo deputado João Campos (PSDB-GO).

"Essa é a forma encontrada para disseminar a ideologia de gênero, atacando diretamente a família natural e aqueles que eles denominam de ‘conservadores’, pelo simples fato de coadunarem com essas práticas”, diz um trecho do texto.

O pastor Silas Malafaia também expressou o seu repúdio à novela da rede Globo, afirmando que a emissora tem sido "a maior patrocinadora da imoralidade".

"O Brasil está confundindo liberdade com libertinagem. Toda sociedade que não tem limites se autodestroi", pondera.

 

 

veja também