Autora cristã associa a Igreja com a série 'Walking Dead': "Luta pela sobrevivência"

Em um artigo escrito para o site internacional 'Charisma News', Kate notou que os personagens principais da série "The Walking Dead", liderados por Rick Grimes, lutam pela sobrevivência enquanto lutam contra "circunstâncias inimagináveis" e que a Igreja enfrenta problemas parecidos.

fonte: Guiame, com informações do Charisma News

Atualizado: Quarta-feira, 30 Setembro de 2015 as 10:54

Walking Dead é uma das séries de maior sucesso da TV internacional
Walking Dead é uma das séries de maior sucesso da TV internacional

Ninguém pensaria em associar o apocalipse zumbi da série de sucesso da TV internacional "The Walking Dead" com a igreja cristã, mas a palestrante e escritora cristã Mikaela Kate acha que na verdade existem algumas semelhanças entre estas partes.

Em um artigo escrito para o site internacional 'Charisma News', Kate notou que os personagens principais da série "The Walking Dead", liderados por Rick Grimes, lutam pela sobrevivência enquanto lutam contra "circunstâncias inimagináveis."

"A cada dia uma escolha se coloca diante deles. Será que eles vão optar por lutar pelo bem do grupo, ou eles vão lutar entre si, pensando apenas em si mesmos?" ela escreveu. "Você pensaria com matar zumbis assustadores em todos os lugares e o grupo viria rapidamente em conjunto para lutar contra o inimigo real. Mas a sobrevivência parece trazer à tona o melhor e o pior das pessoas, embora os zumbis são claramente os caras 'maus', os seres humanos ainda acabam entram em combate um contra o outro".

Com a Igreja acontece desta forma, disse Kate. O ciúme, egoísmo e o desejo pelo controle muitas vezes impede seus membros de realizarem qualquer meta que foi fixada.

"Estamos muitas vezes ocupados em debater teologia, política e nossa posição sobre as questões. Encontramo-nos sacrificando relacionamentos pela a questão de ser 'direito' e que não vamos ceder. Às vezes nem sequer realmente ouvimos um ao outro", ela lamentou.

Kate disse que os cristãos estão em uma guerra contra o mal e que é o inimigo real. Ela acrescentou que as pessoas devem sempre ter em mente que haverá uma batalha maior a ser combatida além de disputas mesquinhas e diferenças.

"Buscamos ser a melhor igreja no bloco, em vez de nos unirmos pelo bem da nossa comunidade, cidade e nação. Eu não estou dizendo que eu sou perfeito ou que minha igreja tem tudo planejado", disse ela. "Eu estou dizendo que meu coração tem sido desafiado a procurar a unidade pela batalha maior que está diante de nós".

Ela destacou que não se pode alcançar o reino de Deus sozinho, mas sim na companhia de uma família de crentes.

"Nesta temporada Deus está agitando família nos corações de seu povo", disse ela.

veja também