A busca pela "unção" e seus tropeços

Não faz sentido os crentes estarem buscando "unção" como se fosse algo distinto do próprio Espírito Santo.

fonte: Guiame, Augustus Nicodemus

Atualizado: Terça-feira, 27 Janeiro de 2015 as 11:38

Óleo
Óleo

Muita gente fala em buscar a "unção"... mas, o que "unção" significa na linguagem do Novo Testamento? Segue abaixo meu comentário em 1Jo 2:20 (tirado do meu livro Comentário a 1 João, da ECC):

"E vós possuís unção que vem do Santo e todos tendes conhecimento (2.20)".

"Tem havido muito debate sobre a natureza desta unção que o cristão recebe e lhe dá conhecimento. Entendemos, porém, que João se refere ao Espírito Santo como a unção que o cristão recebe de Cristo, por vários motivos. 'Unção', no Antigo Testamento, era o resultado do derramar de óleo ou azeite sobre determinadas coisas para separá-las para Deus (ver Ex 40.9,15). A unção a que João se refere é o Espírito Santo, pois: (1) Jesus Cristo foi ungido pelo Espírito Santo por ocasião de seu batismo no Jordão (At 10.38); (2) Cristo é o Ungido (Dn 9.26), o 'Santo' (cf At 4.27,30) que ungiu os crentes com este mesmo Espírito, quando se converteram ao Evangelho da verdade (Ef 1.13), desta forma separando-os e consagrando-os para Deus; (3) Esta unção ou selo, que é a presença do Espírito nos crentes, é a defesa contra o erro religioso propagado pelos anticristos, pois o Espírito ilumina, guia e sela o cristão na verdade (Jo 15.26; 16.13), dando-lhes o verdadeiro conhecimento de Deus."

Não faz sentido os crentes estarem buscando "unção" como se fosse algo distinto do próprio Espírito Santo.

Fico com a impressão que muitos falam da "unção" como um poder místico que vem de Deus para capacita-los a serem vitoriosos, felizes e poderosos...

O que a Bíblia nos ensina é buscarmos a plenitude do Espírito, que é o seu domínio e controle sobre nossa vida, o poder da Sua presença para vivermos e servirmos a Deus.

veja também