Cantor cristão relembra morte da filha de 4 anos com canção: "Vou dançar de novo com minha Cinderela"

Oito anos depois, Chapman explicou por meio de sua conta oficial no Facebook como ele e sua família são capazes viver depois da perda devastadora.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quinta-feira, 2 Junho de 2016 as 11:49

No aniversário da morte de sua filha, o premiado cantor cristão Steven Curtis Chapman compartilhou os textos da Bíblia que lhe traz conforto em meio à tragédia. No dia 21 de maio de 2008, sua filha de 5 anos, Maria Sue Chapman, foi acidentalmente atingida por seu irmão, Will Franklin. No momento do acidente, a pequena Maria estava correndo para a garagem de sua casa quando foi atingida pelo carro. Ela morreu mais tarde durante sua ida para um hospital de Nashville.

Oito anos depois, Chapman explicou por meio de sua conta oficial no Facebook como ele e sua família são capazes viver depois da perda devastadora dia após dia.

"No sábado passado, 21 de maio, nos reunimos como família e amigos no local onde colocamos o memorial de nossa menina Maria, há oito anos. A cada ano nos reunimos ali para lembrar. Nós nos lembramos da menina cujos olhos desapareciam quando ela sorria e que mudou nossas vidas para sempre. Nos lembramos da dor e da tristeza de perdê-la e o mais importante, nos lembramos da esperança que temos nas promessas de Deus. A esperança que nos manteve avançando nestes últimos oito anos", escreveu Chapman.

Este ano, ao visitar seu memorial, a família Chapman leu em conjunto a história de Lázaro que se encontra em João 11. Durante a leitura do capítulo, ele disse que a passagem se estendeu para ele quando Jesus viu a irmã de Lázaro, Maria, chorando. Como autor do capítulo, João descreveu Jesus como profundamente comovido em seu espírito e "muito perturbado".

"Ele passa a pintar um retrato de Jesus que tem sido um grande conforto e encorajamento para mim nestes últimos anos. A imagem de Jesus, que estava com uma família de luto no túmulo de um amigo com lágrimas escorrendo pelo seu rosto. Jesus está chorando. Eu sei que há uma abundância de 'discussões teológicas’ sobre o que estava por trás dessas lágrimas de Jesus, mas o que mais me impressionou desta vez foram as palavras ‘muito perturbado’”, explicou Chapman.

"Pensar que Jesus estava profundamente comovido com a dor e tristeza daquele povo, mesmo quando Ele sabia que estava se preparando para ressuscitar o Lázaro dentre os mortos e transformar este funeral em uma grande celebração. Isso é algo incrivelmente reconfortante para mim", disse.

O cantor que lançou recentemente o disco “Worship and Believe” dizer: "Ele não repreendeu Maria por sua tristeza ou pregou um sermão para ela. Seu coração se partiu e Ele chorou com ela, assim como Ele faz com a gente. Ele não nos deixa sozinhos em nossa dor e tristeza. Ele chora com os que choram. A minha família e eu precisávamos lembrar disso e talvez você precise também”, disse.

Ele concluiu assegurando que a família Chapman começará seu nono ano seguindo em frente na esperança do "grande dia", quando Jesus enxugar toda lágrima de seus olhos. Até então ele disse que vai segurar o fato de que sua família não chora sozinha. "Jesus chora com a gente. Eu vou dançar de novo com minha Cinderela", finalizou.

Confira o clipe da música "Cinderela"

veja também