Conferência 72 Horas reúne centenas de jovens no Centro de Eventos do Ceará

A abertura do evento contou com dois envolventes momentos de louvor, liderados pelo Ministério de Louvor da Assembléia de Deus Templo Central e Leonardo Gonçalves, além de uma convocação à reflexão, feita pelo pastor e missionário, conhecido como Pedro do Borel.

fonte: Guiame, João Neto

Atualizado: Sábado, 31 Outubro de 2015 as 5:40

O pastor e missionário, Pedro do Borel foi o preletor desta sexta-feira, 30. (Foto: Guiame)
O pastor e missionário, Pedro do Borel foi o preletor desta sexta-feira, 30. (Foto: Guiame)

"Ilumine a Cidade!". Esta é a Palavra de ordem da Conferência 72 Horas, que reuniu centenas de jovens, na última sexta-feira (30), no bloco E do Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza e continua durante este final de semana.

A abertura do evento contou com dois envolventes momentos de louvor, liderados pelo Ministério de Louvor da Assembléia de Deus Templo Central e Leonardo Gonçalves, além de uma convocação à reflexão, feita pelo pastor e missionário, conhecido como Pedro do Borel.

O preletor da noite destacou em sua mensagem da última sexta-feira - a qual ele próprio informou que constitui a primeira parte parte de uma pregação, que se completará no próximo domingo - a importância de que o cristão defina sua própria identidade para ser luz no mundo.

Falando com exclusividade ao Guiame, pastor Pedro expôs com franqueza a sua opinião sobre a importância de se manter o foco em quem realmente pode ajudar o ser humano a definir sua identidade da melhor maneira, possibilitando que este seja luz no mundo.

"Na Bíblia, em Jeremias 29:11 está um versículo que é muito citado, que todo mundo gosta e diz: 'Eu é que sei os pensamentos que tenho a seu respeito respeito. Pensamentos de paz e não de mal, para te dar um futuro e uma esperança'. Então há três tipos de pensamento: tem o pensamento que você mesmo tem sobre si, o pensamento que as pessoas têm sobre você e o pensamento que satanás tem sobre você", lembrou.

"Na minha opinião pessoal, o seu pensamento sobre você mesmo é construído com a sua história, fator de pai, mãe, família, criação... Mas você não tem culpa de ter nascido onde você nasceu, dos pais que você teve, mas você é responsável pela construção da história da sua vida. Em segundo lugar, há o pensamento que as pessoas têm sobre você e isso, muitas vezes é definido por esteriótipos: o modo como você se veste, como você fala, etc. E também tem o pensamento que o diabo tem sobre você, que é de matar, te roubar e te destruir. Mas há um quarto pensamento sobre você [de Deus], que é o mais importante: é sobre paz e não sobre o mal, para te dar um futuro e esperança. Isto está carregado com a ideia de que nós fomos feitos à imagem e semelhança dEle, para a glória dEle".


Tocados por Deus
Segundo Pedro, a identidade humana também está relacionada ao mistério do desejo de ser tocado por Deus, sentimento este que existe de forma específica dentro do coração do homem.

"Algo muito interessante, quando eu aprendo sobre a minha identidade, é que eu sou alguém que nasceu com a necessidade de ser tocado por Deus. Na criação, Deus disse 'haja' para todas as coisas, mas quando chega na formação do homem, Ele diz 'façamos'. Ele não simplesmente diz 'haja', mas vai e toca no homem. Eu tenho essa necessidade de ser tocado por Ele e isso para mim é um mistério [...] É importante que nós voltemos à criação, para entendermos que somos nós", afirmou.


Programação
A Conferência 72 Horas continua neste final de semana (sábado e domingo), no Centro de Eventos do Ceará. Para conferir a programação completa do evento, acesse http://www.conferencia72h.com.br/ . 

veja também