"Confio na palavra de Deus", diz cristã em meio a terroristas do Boko Haram

Desde 2006, Zoutene tem o compromisso de cuidar de crianças por meio de seu emprego, trabalhando para as Sociedades Bíblicas Unidas.

fonte: Guiame, com informações do site Gospel Herald

Atualizado: Quarta-feira, 1 Junho de 2016 as 2:04

Zoutene teme por seus entes queridos, mas continua a se fortalecer por meio da Bíblia. (Foto: Reprodução).
Zoutene teme por seus entes queridos, mas continua a se fortalecer por meio da Bíblia. (Foto: Reprodução).

O pai de Jacqueline Zoutene era um pastor, então ela cresceu em contato com a palavra de Deus na África Central. Agora, ela vê a sua região sendo aterrorizada pelo Boko Haram (seita muçulmana). Zoutene teme por seus entes queridos, mas continua a se fortalecer por meio da Bíblia. Na verdade, desde 2006, ela tem o compromisso de cuidar de crianças por meio de seu emprego, trabalhando para as Sociedades Bíblicas Unidas.

"Desde muito cedo eu tive um profundo amor pelas histórias da Bíblia e eu sabia disso pelo meu coração", disse Zoutene.

"Fiquei especialmente comovida com a maneira como Deus age através dos homens e mulheres nestas histórias. Através delas eu descobri um modo de vida pela fé em Deus, seja na alegria ou no sofrimento. Essa é a relação profunda que você pode ter com Deus, se você coloca nEle toda sua confiança", pontuou.

Zoutenne cresceu no norte de Camarões, onde cristãos, muçulmanos e animistas vivem lado-a-lado. Ela disse que quando era uma criança, achava difícil ver os muçulmanos em posições importantes por ver igrejas sendo saqueadas e cristãos perseguidos.

"Estou muito triste de ver minha região está sendo aterrorizada pela seita muçulmana Boko Haram. Estou vivendo longe dos meus entes queridos e às vezes eu temo o pior por eles. Em tempos de desespero e dúvida, as palavras do Senhor em João 14: 1 são de grande conforto: "Não se preocupe! Tenha fé em Deus e tenha fé em mim", disse Zoutenne.

Ela disse que sente que os cristãos devem testemunhar a Cristo por meio de suas vidas, vivendo uma fé genuína, na integridade e honra e de acordo com a Palavra.

Zoutenne trabalha para o projeto “United Bible Societies Esther”. Por meio dele, meninas que se tornaram mães e meninas que sofreram exploração sexual são introduzidas à Palavra de Deus. "Muitas vezes, é quando estamos no ponto mais baixo em nossas vidas, quando nos sentimos rejeitadas, que Deus vem ao nosso encontro", disse ela.

"É isso que certamente acontece no projeto Esther: estas mulheres jovens descobrem a Palavra de Deus e desfrutam os frutos da felicidade que vêm com o chamado de Deus. Ver vidas em estado de mudança cria em mim uma sede ainda maior por Deus e pela sua Palavra", ressaltou.

Zoutenne disse que os seres humanos estão perdidos sem a Palavra de Deus. "Meu marido, nossos três filhos e eu começamos nossos dias com um tempo de reflexão e oração. Esta é uma oportunidade para ensinar nossos filhos os valores bíblicos, que acreditamos serem os mais altos valores possíveis, uma vez que são de Deus. Nós também encorajamos as crianças a ler a Palavra de Deus por si mesmas".

"Eu amo meus filhos tão profundamente que eu não quero que eles se desviem. Eu quero ter certeza que a educação que eu estou dando é a melhor", disse. "É por isso que confio na palavra de Deus. Eu oro para que Deus venha a cada um dos meus filhos e que eles permaneçam perto dEle sejam quais forem as circunstâncias. Que eles sejam capazes de se declarar como cristãos, aconteça o que acontecer. Uma vida perto Deus é a melhor coisa que poderia acontecer com a gente", finalizou.

veja também