"Construa a base do seu casamento em Cristo", aconselha Billy Graham aos maridos

Um estudo de 2008 descobriu que os cristãos casam mais que os não-cristãos nos EUA. Com 84% dos evangélicos sendo casados em comparação a 74% dos filiados com religiões não-cristãs.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 2 Maio de 2016 as 9:47

O líder cristão e ministro batista de 97 anos compartilhou suas sábias palavras em um post esta semana na página "Minhas Respostas". (Foto: Reprodução).
O líder cristão e ministro batista de 97 anos compartilhou suas sábias palavras em um post esta semana na página "Minhas Respostas". (Foto: Reprodução).

A chave para um casamento bem-sucedido está em construir a sua fundação em Cristo. É o que diz o reverendo Billy Graham, dando conselhos aos maridos que embarcam em uma das maiores jornadas da vida com sua noiva.

O líder cristão e ministro batista de 97 anos compartilhou suas sábias palavras em um post esta semana na página "Minhas Respostas" que fica hospedada no site da Associação Evangelística Billy Graham. Ele afirma que para se ter um casamento bem-sucedido, essa união deve ser fundada em um amor mútuo por Cristo.

“Para ter um casamento focado em Deus, ambos os cônjuges devem ver seu casamento como um dom de Deus", disse.

"Deus os uniu, e Ele é ainda mais preocupado com seu casamento do que você. Quando você passar por tempos difíceis como um casal, nunca esqueça que Deus deu o seu casamento para você e Ele está com você", aconselhou, citando Mateus 19: 6, que explica como o casamento faz duas pessoas uma só carne.

“Outra chave para um casamento bem sucedido é aprender a colocar seu cônjuge antes de si mesmo”, Graham continua. "O verdadeiro amor significa que queremos o que é melhor não para nós mesmos, mas para a outra pessoa", disse o ministro, declarando que uma boa atitude é acordar a cada dia perguntando a Deus como você pode abençoar seu cônjuge.

"Acima de tudo, construa o seu casamento e suas vidas em Jesus Cristo, orando e lendo a palavra de Deus juntos, e buscando a Sua vontade em todas as coisas, ajudando e encorajando uns aos outros também. E buscar o perdão de sua esposa quando você está impensado ou insensível. Cristo deu a sua vida por nós, aprenda a dar suas vidas um ao outro", concluiu Graham.
O líder religioso influente, que é conhecido por suas cruzadas evangélicas internacionais, foi casado com sua esposa, Ruth, por 64 anos até sua morte em 2007.

Um estudo de 2008 descobriu que os cristãos casam mais que os não-cristãos nos EUA. Com 84% dos evangélicos sendo casados em comparação a 74% dos filiados com religiões não-cristãs.

O estudo também descobriu que o divórcio está generalizado na América, relatando que de todos os americanos que se casaram, 33% deles dizem que tiveram pelo menos um divórcio. Os que tiveram menos probabilidade de ter tido um divórcio incluem católicos em 28% e evangélicos em 26%, segundo a pesquisa.

Vários líderes cristãos têm opiniões diferentes sobre o divórcio e se o novo casamento após o divórcio é aceitável aos olhos de Deus. Em setembro de 2015, um convidado do site americano “The Christian Post”, Shane Idleman, fundador e líder do Westside Christian Fellowship em Lancaster, Califórnia, escreveu que ele acredita que só Deus pode responder à pergunta se os cristãos divorciados têm o direito bíblico de se casar com outras pessoas.

"Eu acredito que Deus odeia o divórcio. Reconciliação é agradável a Ele. Há casos, na minha opinião, quando se é liberado através de adultério ou abandono, no entanto, a reconciliação deve ainda ser procurada em primeiro lugar. A vontade de Deus é que nós possamos caminhar em integridade, seguir Seus princípios, utilizar a sabedoria, ser paciente, e buscar isso durante a viagem. Para alguns, a reconciliação pode resultar, para outros, não", escreveu Idleman.

veja também