Cristã doa cerca de 1.300 dólares para família muçulmana que teve sua loja atacada

Depois que o açougue do Sr. Riaz foi atacado por assaltantes, várias pessoas tentaram ajudar de alguma forma para que ele conseguisse reparar os danos, inclusive uma mulher cristã que o enviou uma boa quantia.

fonte: Guiame, com informações do The Independent

Atualizado: Quinta-feira, 21 Julho de 2016 as 9:26

Após o assalto, a comunidade também se uniu e conseguiu levantar 500 Libras (cerca de 659 dólares). (Foto: Reprodução).
Após o assalto, a comunidade também se uniu e conseguiu levantar 500 Libras (cerca de 659 dólares). (Foto: Reprodução).

No início deste mês, um senhor de 58 anos, Mohammed Riaz, foi atacado em Bradford - distrito metropolitano de West Yorkshire, localizado no norte da Inglaterra - por três pessoas em seu açougue, Meat Hut. Os três homens, um dos quais foi acusado de roubo, lhe causou grandes danos, e ele passou um tempo no hospital com ferimentos.

De acordo com o “Independent”, cinco de seus dentes ficaram tão soltos que tiveram de ser removidos. Além disso, Riaz sofreu um machucado no rosto em outras regiões de seu corpo pelo fato de alguns equipamentos terem caído em cima dele. A loja também ficou bastante danificada e tudo aconteceu na véspera das celebrações de uma data festiva local.

Embora tenha havido um aumento nos ataques de islamofobia e da degradação gerada pelo clima de xenofobia desde a votação Brexit, no mês passado, algumas pessoas mostraram uma solidariedade incrível.

Uma mulher, que a família tem chamado apenas de "Jane", enviou esta carta para a família.

Caro Sr. Riaz,

Fiquei tão triste ao ler no “The Telegraph & Argus” sobre o ataque à sua loja. Eu sou uma cristã e Jesus Cristo me ensinou que quando vemos alguém em apuros, não devemos andar sem ajudar. No envelope havia um cheque de 1 mil Libras (o equivalente a 1.318 dólares).

Kanees Riaz, a esposa de Mohammed, disse ao “indy100”: “A gente se surpreendeu. Estávamos em lágrimas por causa da bondade desta mulher e ela nem sequer vive em nossa área. Isso mostra que na corrida final, a religião não importa. Não importa em todas as coisas”.

Após o assalto, a comunidade também se uniu e conseguiu levantar 500 Libras (cerca de 659 dólares) em menos de 24 horas. Nafeesa Riaz, filha de Mohammed, disse ao “indy100”: “Estamos todos ainda muito traumatizados, mas a comunidade e pessoas de todo têm mostrado um enorme apoio que nos ajudou imensamente. Tivemos pessoas de todas as idades e etnias. Nunca poderemos agradecer a todos o suficiente sobre o que eles fizeram.

veja também