Cristãos serão relevantes se forem rejeitados e permanecerem com Jesus, diz pastor

"Jesus diz que o caminho para se tornar significativo e gerar um impacto é por meio de rejeição. O caminho para a relevância não se faz tentando se encaixar. Se faz por estar na contramão", disse Francis Chan.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Domingo, 17 Julho de 2016 as 5:56

Francis Chan é pastor e escritor, autor do livro "Louco Amor". (Imagem: Youtube)
Francis Chan é pastor e escritor, autor do livro "Louco Amor". (Imagem: Youtube)

O popular pastor e escritor renomado pelo 'New York Times', Francis Chan pediu aos milhares de cristãos que se reuniram no 'National Mall', neste sábado (16), que estejam unidos, enquanto enfrentarem a "rejeição" por parte do mundo.

Fundador da organização cristã 'Radius International' e ex professor da 'Cornerstone Community Church', em Simi Valley, Califórnia (EUA), Chan subiu ao palco do evento 'Together 2016' - um encontro que durou um dia inteiro e contou com cerca de 40 personalidades cristãs, entre palestrantes, artistas, autores e intérpretes, organizado pelo fundação Pulse e seu fundador, Nick Hall.

Enquanto Hall disse à multidão no início do dia que Jesus estava oferecendo à América uma oportunidade de "recomeço", pastor Chan, o autor de 'Crazy Love' ('Louco Amor'), disse no encontro, ao final da tarde, que a igreja precisa de um reposicionamento.

"Eu acho que todos nós concordamos que a igreja precisa de um reposicionamento em diversas maneiras", disse o pastor de 48 anos de idade. "Nós nos tornamos um tanto irrelevantes, infelizmente. Mas o caminho para a relevância não se faz tentando se encaixar. Se faz por estar na contramão. Se faz não se tornar popular, mas sim, tornar-se rejeitado".

Chan recorreu à Bíblia e recitou uma longa passagem de Mateus 10.

"Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos, por isso, sejam prudentes como as serpentes e simples como as pombas", le Chan em Mateus 10:16. "Cuidado com os homens, pois eles vão entregar-lhes aos tribunais e vos açoitarão nas sinagogas deles. Vocês vão ser arrastados perante governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e aos gentios", continuou.

"E quem não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim", acrescentou Chan, recitando Mateus 10:38-39. "Quem achar a sua vida a perderá, e quem perder a sua vida por minha causa a encontrará".

Chan argumentou que o maior desafio para esta geração é que ele muitos estão focados na popularidade aos olhos do mundo.

"Acho que o maior desafio nesta geração é o que acabamos de ler. Em uma geração que está obcecada pela popularidade, buscando ser amada e receber 'curtidas', Jesus diz que o caminho para se tornar significativo e gerar um impacto é através de rejeição. É o que ele disse", Chan argumentou. "E nenhum de nós gosta dessa ideia. A coisa mais difícil para nós é que vejamos a nós mesmos, como diz Jesus: 'ovelhas no meio dos lobos', como odiados por todos os homens. No entanto, É o nosso Salvador era. Esse foi o seu exemplo", alertou.

 

veja também