David Fantazzinni conta como superou depressão causada por obesidade: “Optei pela saúde”

Ele é pastor da Bola de Neve Sorocaba, mas já participou do reality musical 'Fama' da Rede Globo, em 2002. Na época, David chegou a pesar 150 quilos e sofria de depressão.

fonte: Guiame, com informações do G1

Atualizado: Sexta-feira, 7 Outubro de 2016 as 12:53

Aos 40 anos, o pastor ressaltou que se sente realizado por ajudar outras pessoas. (Foto: Reprodução/G1).
Aos 40 anos, o pastor ressaltou que se sente realizado por ajudar outras pessoas. (Foto: Reprodução/G1).

O pastor David Fantazzini, da Igreja Bola de Neve Sorocaba, também conhecido pelo público cristão por ter participado do grupo musical Praise Machine, contou ao site G1 como superou a depressão causada por seu sobrepeso. O cantor participou do programa Fama (Rede Globo) em 2002 e conquistou o público pelo carisma e voz marcante.

Mas, apesar de ser tão querido, o artista escondia uma depressão e luta contra a compulsão de comer, aos 26 anos. Ele foi eliminado na semifinal do programa e nessa época ele pesava 150 quilos. “A música foi uma válvula de escape para a minha depressão. Optei pela saúde ao invés da imagem conhecida pelo público”, disse David que mora em Sorocaba (SP), hoje com 73 quilos a menos depois de ter feito uma cirurgia bariátrica.

Aos 40 anos, o pastor ressaltou que se sente realizado por ajudar outras pessoas. “Hoje sou realizado e ajudo pessoas por meio de ações sociais. Seja estimulando a prática de exercícios ou dando conselhos, como pastor. Eu sentia uma felicidade gigantesca quando escutava uma música minha na rádio, mas, hoje, sou feliz e tenho dentro de mim o sentimento: ‘sou capaz, eu consigo”, pontuou.

Medo de passar fome

David contou que durante sua infância, sua família passou por uma crise financeira e por conta disso tinha medo de passar fome. “Íamos às festas de crianças e eu comia até não aguentar e vomitar”, conta. Depois de colocar tudo para fora, ele pegava mais. “Chegou ao ponto de meus pais cortarem visitas para que isso não acontecesse”, relembrou.

E para combater essa compulsão, a música foi uma grande aliada desde a infância até a fase adulta. Foi no programa Fama, da Rede Globo em 2002, que ele ficou conhecido no Brasil todo. O programa estava na segunda edição e tinha a proposta de revelar novos talentos do cenário musical brasileiro. David foi eliminado na semifinal.

“Estava confiante e, de verdade, achei que seria um finalista. Mas, mesmo que não tenha sido essa a minha missão, foi algo que trouxe muitos benefícios no meio artístico”, contou.

O cantor Thiaguinho (ex-Exaltasamba) e a sambista Roberta Sá também participaram da mesma edição. De acordo com David, eles formaram uma amizade durante as competições. "Ele [Thiaguinho] era uma pessoa do bem e lembro que logo ficamos colegas. Eu vi ele começando e fico orgulhoso pelo artista que se tornou e pela carreira que construiu. Quase todos os participantes daquele tempo estão em um grupo que conversamos pelo celular, menos ele e mais uma. Mas entendo que a carreira o tenha distanciado, não é fácil a vida de um artista, é corrida demais", explica.

Um novo David

Quando o cantor saiu do programa, ele pesava 150 quilos e chegava a comer 22 pedaços de pizza. “Depois do programa tomei a decisão de fazer uma cirurgia de redução no estômago. Mudar os hábitos era uma necessidade para não sofrer no futuro”, disse. "No primeiro mês eu me arrependi. Eu estava acostumado a comer muito e, do nada, ter que tomar sopa por um longo tempo, não foi nada fácil, mas superei", contou.

Atualmente, além de se dedicar à esposa e aos dois filhos, cuidar da alimentação é uma prioridade. “Aprendi a comer devagar e faço musculação. São novos tempos, não como mais um quilo e meio de comida de uma vez”. Além de ser adepto aos exercícios, o pastor incentiva as pessoas a se cuidarem.

veja também