"Decidi desafiar a vontade de Deus", diz cirurgião plástico sobre operações de mudança de sexo

"Decidi desafiar a vontade de Deus", diz cirurgião plástico sobre operações de mudança de sexo

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 4 Abril de 2014 as 11:06

Um cirurgião plástico tem causado polêmica na Coreia do Sul, por realizar cirurgias de mudança de sexo. Kim Seok- Kwun comentou que as cirurgias de mudança de sexo que realizou até hoje tinha caráter de "urgência" e apontou o fator de "incompatibilidade da identidade sexual" do indivíduo como um erro da parte de Deus.

Em um país onde o protestantismo é maioria, o Dr. Kim também se disse adepto da religião, mas afirma que atualmente não se sente mal em ajudar pessoas que precisam "desesperadamente" destas intervenções.

“No começo, eu refleti muito se deveria fazer essas operações, porque me questionava sobre estar desafiando a vontade de Deus. Eu ficava tomado por um sentimento de vergonha. Mas meus pacientes precisavam das cirurgias desesperadamente. Sem isso, eles se matariam”, disse o cirurgião plástico de 61 anos.

Kim ainda comparou o fator de "incompatibilidade de identidade sexual" com alguns tipos de deformações, como dedos grudados ou má-formação das orelhas.

"Algumas pessoas nascem sem os órgãos genitais, com lábios leporinos, sem orelhas ou com os dedos grudados. Por que Deus criou as pessoas assim? Estes não são erros de Deus? Uma identidade sexual incompatível também não é um erro?”, questionou.

Contextualização
Já no final de 2013 foi divulgada no Brasil uma nova lista oficial de doenças, na qual alguns transtornos, como sadomasoquismo, travestismo fetichista e transexualismo são excluídos da relação ou mudam de categoria.

No caso do transexualismo, este não será mais classificado como doença e sim agrupado a outras "condições relativas à sexualidade".

O que antes ia contra a natureza humana agora é "completamente normal" (ou pelo menos querem que o seja), em um questionamento / contrariedade cada vez mais constante da humanidade ao seu próprio Criador.

Com informações de Alagoas24Horas / AP

www.guiame.com.br

veja também