"Declaro a minha dependência em Jesus Cristo", diz mãe de cantora morta por fã em Orlando

A Reuters afirma que o memorial foi iniciado com a gravação de um cover da canção "In Christ Alone" gravado por Christina. Logo em seguida, uma série de membros da família e amigos compartilham memórias sobre ela.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Terça-feira, 21 Junho de 2016 as 11:01

O culto memorial para Christina Grimmie aconteceu em sua igreja casa em Nova Jersey. (Foto: Reuters).
O culto memorial para Christina Grimmie aconteceu em sua igreja casa em Nova Jersey. (Foto: Reuters).

Uma semana depois que ela foi baleada na cabeça por um fã obcecado, centenas de amigos, familiares e apoiadores se reuniram para lembrar da cantora cristã de 22 anos que participou do programa The Voice nos Estados Unidos.

O culto memorial para Christina Grimmie aconteceu em sua igreja casa em Nova Jersey na última sexta-feira (17). O evento sucedeu depois dela ter sido velada em um funeral privado na capela Fellowship Alliance em Medford, onde Grimmie serviu como uma vocalista feminina, segundo a CNN.

A Reuters afirma que o memorial foi iniciado com a gravação de um cover da canção "In Christ Alone" gravado por Christina. Logo em seguida, uma série de membros da família e amigos compartilham memórias sobre ela.

"Christina, estou tão orgulhosa de você. Eu te amo garota. Eu amo o fato de você estar andando com Jesus nas ruas de ouro. Te vejo mais tarde", disse sua tia Kathy, durante o culto. A mãe de Christina, Tina Grimmie, disse que queria ser forte, mas admitiu que não estava lidando muito bem com a morte de sua filha e era completamente dependente de Jesus para ter força.

"Eu não tenho muito a dizer", Tina iniciou antes de começar a chorar. "Para qualquer um que diz que eu sou forte, eu quero que você saiba que eu sou a pessoa mais fraca aqui e eu declaro a minha dependência em Jesus Cristo, porque eu não tenho mais nada”, relatou.

O pai da cantora confortou sua esposa antes de revelar que é a sua fé em Jesus que também o mantêm forte. "Eu não gosto de estar na frente das multidões, mas esta multidão me abençoou além das palavras", ele começou.

"Quero compartilhar o que eu tenho compartilhado com várias pessoas aqui. Isso é o que há no meu coração, um buraco gigantesco que eu sei que nunca vai embora", disse. Apesar da dor, ele pontuou: "Deus me mostrou que Ele é muito maior do que esse buraco".

"O que me mantem andando é o fato de saber que eu vou vê-la novamente. Saber que ela está melhor agora, que ela está mais viva agora do que jamais esteve. Ela não vai se machucar mais. Sei que o plano de Deus é melhor do que o meu plano", acrescentou.

O pastor de longa data de Grimmie, Marty Berglund, também se pronunciou. "Uma das coisas mais importantes que eu aprendi como um pastor por 35 anos, fazendo muitos, muitos funerais, é que estar juntos, compartilhando juntos, chorar juntos e rindo juntos, podemos realmente ajudar o processo do luto", disse ele.

Confira o vídeo completo do culto memorial: 

veja também