Deputados aprovam moção de repúdio ao Conselho de Psicologia por perseguição religiosa

Deputados aprovam moção de repúdio ao Conselho de Psicologia por perseguição religiosa

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 25 Abril de 2014 as 10:10

Deputados aprovam moção de repúdio ao Conselho de Psicologia por perseguição religiosaNa última quarta-feira, 23/04, foi aprovada por deputados do estado do Tocantins uma moção de repúdio contra o Conselho Federal de Psicologia. A proposta foi feita pelo parlamentar Eli Borges (PMDB), alegando que a profissional Marisa Lobo (psicóloga cristã) tem sofrido perseguição religiosa.

“O conselho tenta inibir e interferir na opção religiosa e cristã da profissional que, na sua particularidade, opta por preservar sua formação cristã em referência aos conceitos de família”, alega o deputado Eli. “O País em que vivemos preceitua, em sua Carta Magna, que convivemos em estado laico, onde o cidadão deverá escolher livremente sua religião”, concluiu.

Marisa Lobo ficou como uma das defensoras da chamada (erroneamente) "cura gay" - projeto que contribuiria para a modificação da orientação sexual.

A iniciativa gerou polêmica, não foi autorizada pelo conselho da profissional e foi retirada do Congresso Nacional, onde tramitava.

Entre as outras pautas apreciadas, consta a convocação do presidente da Agência Tocantinense de Regulação (ATR) para explicar o reajuste tarifário de 13,9% sobre os serviços de saneamento, sugerida pelo deputado Sargento Aragão (Pros).

Com informações do JM Notícia

veja também