"É uma dor suportável quando você tem Deus na sua vida", diz mãe da namorada de Cristiano Araújo

Miriam lembra que Cristiano levou um ano para firmar seu namoro. O casal tinha um namoro conturbado devido ao meio artístico do cantor, mas a filha, ao aceitar o namoro, fez uma escolha”. Por esse motivo, ela vivia em oração pelo casal.

fonte: Guiame, com informações do G1

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2016 as 1:28

"Acredito que Deus fez o melhor, foram colhidos na hora certa, em que estavam em estado de maior graça”, disse a mãe. (Foto: G1).
"Acredito que Deus fez o melhor, foram colhidos na hora certa, em que estavam em estado de maior graça”, disse a mãe. (Foto: G1).

Na próxima sexta-feira (24) fará exatamente um ano da morte do cantor de sertanejo universitário Cristiano Araújo e de sua namorada, Allana Moraes. A família da moça que tinha 19 anos na época do acidente tem se fortalecido por meio da fé em Jesus para seguir em frente. O acidente aconteceu na BR-153, em Morrinhos, sul de Goiás.

Miriam Coelho Pinto Moraes, 47, é a mãe de Allana. Ela reconhece que a dor nunca vai passar, mas é suportável pela certeza do reencontro na eternidade. “Eu amo meus três filhos igualmente, mas Allana me incluía mais da vida dela. Eu vivia e sofria junto com ela. A gente era cúmplice uma da outra. Por isso, eu senti como se tivesse ido metade de mim, que perdi minha metade”, disse em entrevista para o site G1.

A mãe continua dizendo que aceitar a perda da filha foi bastante difícil. “Estava tão envolvida naquilo e, de repente, acabou. Você se perde. Foi bastante difícil para mim e ainda está sendo viver sem ela. Perder um filho é a mesma coisa que amputar um membro de um corpo sem anestesia, é uma dor na alma, que não tem nem como explicar”, disse.

Para a mãe, o relacionamento de Allana e Cristiano os preparou para viver na presença de Deus. (Foto: Reprodução).

Um namoro com propósito

A mãe de Allana lembra que Cristiano levou cerca de um ano para firmar seu namoro. Segundo Miriam, “o casal tinha um namoro conturbado devido ao meio artístico do cantor, mas a filha, ao aceitar o namoro, fez uma escolha”. Por esse motivo, ela vivia em oração pelo casal.

“As pessoas veem as fotos e acham que era um conto de fadas, só que não, como dizia a Allana. Ela pôde viver coisas bacanas com o Cristiano, mas foi através de bastante tribulação e para ele também. O meio do Cristiano é artístico, de muito assédio, inveja, interesse, então tinha muita gente que não queria esse namoro”, ressaltou.

Para a mãe, o relacionamento de Allana e Cristiano os preparou para viver na presença de Deus. “A Allana estava buscando a Deus e o Cristiano, a partir do momento que foi pedir a Allana em namoro, estava tentando traçar um caminho mais reto e viver esse amor que ele encontrou nela. Nesse namoro, de uma certa forma, a Allana santificou a vida do Cristiano e o Cristiano a vida da Allana. Acredito que Deus fez o melhor, foram colhidos na hora certa, em que estavam em estado de maior graça”, acredita.

Amigo do Casal

No ano passado, Patrick Barcellos, membro da Igreja Renascendo para Cristo e amigo do casal, publicou um texto sobre o ocorrido. “Confesso que somente a minha fé renovada em Deus está me servindo de consolo. Só para se ter ideia do quando estou triste, a namorada de Cristiano Araújo, Allana Moraes, que partiu junto com ele, foi minha vizinha, quando morava com minha mãe”.

“O certo é que todos nós passamos por tempos de luto e de tristeza. E ficar triste, bem como chorar, não é algo mau, até porque Jesus também chorou quando soube que um amigo seu (Lázaro) tinha morrido. Mas é importante não deixar que a tristeza e o luto se apoderem da nossa vida. Se nós permitirmos, Deus enxugará as nossas lágrimas, consolará o nosso coração e colocará um sorriso nos nossos lábios”, continuou.

“É por isso que estou orando para que o Espírito Santo, o Consolador enviado por Cristo, console plenamente os corações quebrantados dos familiares e fãs de Cristiano”, pontuou Patrick.

veja também