Edir Macedo responde a críticas sobre o dinheiro gasto na construção do Templo de Salomão

O bispo da IURD disse que se o dinheiro fosse usado para comprar comida aos pobres eles voltariam a sentir fome no dia seguinte e afirmou que o objetivo era construir o templo

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 15 Agosto de 2014 as 2:38

Templo de SalomãoCom um investimento de 680 milhões de reais, o Templo de Salomão foi construído pela Igreja Universal do Reino de Deus na zona leste de São Paulo.

O alto custo da construção causou revolta em muita gente e rendeu muitas críticas ao bispo Edir Macedo.

Nesta semana, o bispo decidiu responder aos críticos através de sua página na rede social Facebook. Confira o que Macedo escreveu:

"Muitas pessoas têm criticado a Universal por ter construído o Templo de Salomão em vez de usar o dinheiro para alimentar os pobres. Pense um pouquinho, gente!

Imagine se cada pessoa, membro da maior torcida de time de futebol do País, contribuísse para a compra do jogador mais promissor da atualidade. Você acha que esse time pegaria o dinheiro e o daria aos pobres? É claro que não! Porque as pessoas doaram a quantia, de acordo com a condição financeira de cada uma, com a única finalidade de ter o melhor jogador em seu clube.

Ora, da mesma forma, se investimos na construção do Templo de Salomão é porque as pessoas, única e exclusivamente, contribuíram para esta finalidade. E não outra.

Além disso, se todo esse dinheiro fosse aplicado hoje em alimentos, amanhã eles não sentiriam fome novamente? E depois de amanhã? Será que o problema das pessoas se resume em um prato de comida apenas? Para matar a fome imediatamente sim, mas e em seguida? O Templo de Salomão é uma Casa aberta a todos, um Lugar onde a fome espiritual de ricos, pobres, letrados ou não é saciada por meio da fé."


GUIAME.COM.BR

veja também