Ele odiava os cristãos, mas após participar de um estudo bíblico conheceu o amor de Jesus

Quando Caleb Kaltenbach tinha dois anos, seus pais se divorciaram e ambos assumiram suas respectivas homossexualidades. Quando ainda era criança, ele presenciou cenas chocantes, nas quais cristãos agrediram sua mãe com atitudes homofóbicas e, desde então passou a desenvolver um ódio pelo cristianismo. Mas uma visita a um estudo bíblico acabou mudando isto.

fonte: Guiame, cominformações do Christian Today / The Blaze

Atualizado: Terça-feira, 15 Setembro de 2015 as 2:59

Atualmente, Caleb Kaltenbach é pastor na Discovery Church, em Simi Valley, California (EUA)
Atualmente, Caleb Kaltenbach é pastor na Discovery Church, em Simi Valley, California (EUA)

Quando Caleb Kaltenbach se juntou a um estudo bíblico na escola, sua intenção era refutar a Bíblia. Mas ele acabou seguindo o Deus ao qual ele aprendeu a rejeitar durante toda sua vida.

Kaltenbach, que agora é um pastor no Igreja 'Discovery', em Simi Valley, Califórnia (EUA) contou como ele se tornou um cristão durante a tentativa de "desmontar" argumentos bíblicos.

Quando ele tinha dois anos, seus pais se divorciaram e ambos assumiram suas respectivas homossexualidades. A mãe de Kaltenbach com sua nova parceira queriamm que ele "conhecesse a comunidade LGBT", segundo ele relatou em um podcast gravado para o site 'BoysChurch'.

Ele conta que participou de desfiles ou eventos LGBT quando ainda era uma criança e testemunhou cristãos carregando cartazes que diziam: "Jesus não tem espaço para você" ou "Deus odeia você".

"Como se isso não fosse ofensivo o bastante", disse Kaltenbach, "eles foram pulverizavam água e urina sobre todos".

"Lembro-me de olhar para minha mãe quando ainda era um jovem garoto, confunso... e perguntei a ela: 'mãe, por que eles estão agindo assim?'.

"Bem, Caleb', ela respondeu,'eles são cristãos e cristãos odeiam os gays".

Ainda criança, Kaltenbach desenvolveu um ódio pelos cristãos, baseando-se naqueles lhe mostraram tão pouco amor.

Quando Kaltenbach foi convidado por um amigo para um estudo bíblico na escola, ele decidiu ir junto, disfarçado como um cristão, a fim de refutar a Bíblia.

"Eu pensei, 'Ok, eu vou fingir ser um cristão. Eu estou indo para aprender sobre a Bíblia e eu estou indo para desmantelar os seus argumentos, porque ninguém deve seguir alguém como Jesus, que odeia as pessoas".

Kaltenbach começou a freqüentar o estudo da Bíblia, mas rapidamente aprendeu que Jesus era realmente amável não como as pessoas que viu em sua infância, segurando cartazes / placas com mensagens de ódio e jogando urina sobre os outros. Foi uma lição que mudou para sempre a sua vida.

"Jesus definitivamente tem caminhos pelos quais Ele nos chama para a vida santa. Quanto à maneira que eu tinha visto as pessoas tratarem minha mãe durante minha infância, havia verdade, mas não havia graça, nem amor ou compaixão", disse ele. "Então, eu apenas vi Jesus por uma luz diferente. Eu dei minha vida ao Senhor".

Em um vídeo publicado no canal de uma editora cristã, Caleb contou que após ele amadurecer em sua vida cristã e tornar-se um pastor, mudou-se para Dallas (TX).

A parceira de sua mãe havia falecido anos antes e então, a mãe do agora jovem pastor também mudou-se para a mesma cidade do filho. Coincidentemente, o pai de Caleb também mudou-se para a mesma cidade meses depois e, surpreendemente, os pais do rapaz começaram a frequentar a igreja na qual ele pregava.

"Os meus pais começaram a frequentar a igreja na qual eu trabalhava e entregaram suas vidas ao Senhor. Isto é incrível! Eles acreditam em Jesus? Sim! São cristãos? Sim! Ainda lutam contra suas questões relacionadas à sexualidade? Sim! Eles ainda são julgados por alguns cristãos? Provavelmente! Deus está com eles nesta caminhada? Sim! Como todas estas coisas aconteceram em sequência? Eu não sei! Simplesmente sei que tudo ficou uma bagunça! Mas tudo bem... porque Deus ama pessoas 'bagunceiras", destacou.

Caleb é autor do livro "Messy Grace" ("Graça em Meio à Bagunça"), lançado pela editora cristã 'WaterBrook Multnomah'.

veja também