Elijah Wood denuncia abusos sexuais e pedofilia na indústria cinematográfica de Hollywood

Outro ator disse em uma entrevista em 2012, que quando tinha 14 anos, os homens mais velhos da indústria tinham sido “pervertidos como abutres".

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Terça-feira, 24 Maio de 2016 as 10:32

Wood advertiu que muitas vítimas em Hollywood não estão falando disso. (Foto: Reuters / Fred Prouser).
Wood advertiu que muitas vítimas em Hollywood não estão falando disso. (Foto: Reuters / Fred Prouser).

O ator Elijah Wood afirmou que o abuso sexual de crianças é exacerbado em Hollywood, denunciando o topo da indústria cinematográfica doas Estados Unidos, afirmando que os jovens são "devorados" pelos números da indústria e que muitas vezes isso é encoberto.

De acordo com uma entrevista no Sunday Times, Wood, mais conhecido por seu papel como Frodo em "O Senhor dos Anéis", revelou: "Vocês todos cresceram com [Jimmy] Savile. Jesus, deve ter sido devastador", disse ele.

"É evidente que algo importante estava acontecendo em Hollywood. Foi tudo organizado”, comentou. "Há um monte de víboras nesta indústria, são pessoas que só têm os seus próprios interesses em mente”, continuou.

"Há uma escuridão debaixo do ‘ventre’. Se você puder ao menos imaginar, tenha certeza de que isso provavelmente aconteceu". Wood se referiu a Savile, o artista britânico que morreu em 2011, mas desde então tem sido acusado de abuso sexual em massa, com mais de 100 pessoas procurando a polícia.

Como a BBC News informou, as alegações têm manchado grandemente o seu legado. Por esse motivo, duas instituições de caridade criada em seu nome, o Charitable Trust Jimmy Savile e o Jimmy Savile Stoke Mandeville Hospital Trust, estão decidindo se vão fechar as portas.

Savile supostamente usou sua força na indústria do entretenimento para abusar de crianças por décadas, com alegações que remonta a 1963. Outros atores mirins antigos, incluindo Corey Feldman, que trabalhou em filmes como "Os Goonies" e "Conta Comigo” (Stand By Me), também se pronunciou contra o abuso em Hollywood, alegando que era um jovem adolescente e que estava "cercado" por abusadores.

Feldman disse em uma entrevista em 2012, que quando tinha 14 anos, os homens mais velhos da indústria tinham sido “pervertidos como abutres".

Wood advertiu que muitas vítimas em Hollywood não estão falando disso e que grande parte do abuso não está sendo exposto. O ator de 35 anos disse que as vítimas "não podem falar tão alto quanto às pessoas que estão no poder" e que isso permite que os abusos continuem.

"Essa é a tragédia de tentar revelar o que está acontecendo com as pessoas inocentes", disse Wood. "Eles podem ser esmagados, mas suas vidas foram irreparavelmente danificadas", acrescentou.

A Breitbart News apontou que o documentário de 2015 intitulado "An Open Secret" (Como um Segredo Aberto) procurou expor alguns dos abusos sexuais com crianças que estão acontecendo em Hollywood e examinou as alegações feitas contra alguns nomes da grande indústria, incluindo Marty Weiss, Michael Harrah e o gerente de talentos infantil Bob Villard.

veja também