Em momentos de decisão, Marina Silva tem recorrido à Bíblia

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 1 Setembro de 2014 as 3:37

Em momentos de decisão, Marina Silva tem recorrido à BíbliaPopular e ao mesmo tempo questionada pelos evangélicos nestas eleições de 2014, Marina Silva (PSB) tem visto na Bíblia, um norte para tomar suas decisões.

Uma destas situações está se deu quando a candadidata estava para decidir pelo cargo de vice-presidente, na chapa de Eduardo Campos, em 2013.

Outra situação aconteceu quando Marina precisou aprovar a biografia "Marina, a Vida por uma Causa", de Marília de Camargo César (Editora Mundo Cristão, 2010).

Antes de concordar com o livro, Marina precisou "ouvir a opinião de outra pessoa". "Levantou-se do sofá e foi buscar uma Bíblia", descreveu a autora. O aval para o projeto veio após "um recado pessoal de Deus", expresso no salmo obtido na abertura das Escrituras.

"Ela, para tomar uma decisão, santo Deus, demora, porque, além de consultar a terra, ela tem que consultar o céu. Tem de ouvir todo mundo, aí amadurece. Ela nunca [misturou fé e política], não faz parte da bancada evangélica", afirma a pastora Valnice Milhomens, da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo.

A candidata do PSB nestas eleições, já havia conquistado a simpatia dos eleitores evangélicos em 2010, porém chegou a ser fortemente criticada por líderes, como Silas Malafaia, em razão de não definir um posicionamento (contra ou a favor) de questões como o aborto, casamento gay e legalização de drogas - que têm preocupado o eleitorado cristão.

Nascida em um lar católico e tendo quase se tornado freira quando adolescente, Marina converteu-se ao protestantismo na década de 90 e tornou-se pentecostal após ter uma forte experiência e ser curada de uma doença que, segundo os médicos, não tinha solução. Em 2004 foi ordenada missionária pela demoninação em Brasília (DF).

Com informações da Folha de S. Paulo

veja também