Empresário quer encontrar a cura para a morte e diz: “Eu sou contra isso”

Acho que a nossa sociedade é dominada por pessoas que estão em negação ou aceitação da morte, e eu prefiro combatê-la.”, diz o empresário Peter Thiel.

fonte: Guiame

Atualizado: Sábado, 27 Setembro de 2014 as 6:33

Peter Thiel, um dos idealizadores do PayPal – sistema para pagamentos de confiança na internet – e atual financiador do Facebook, que impulsinou a abertura do capital da empresa, quer agora resolver outro problema: a morte.

“Eu sou contra isso”, afirma o empresário. “Há três modos principais de se aproximar da morte: você pode aceitar, você pode negar ou você pode lutar contra isso. Acho que a nossa sociedade é dominada por pessoas que estão em negação ou aceitação da morte, e eu prefiro combatê-la.”, diz Thiel.

É dado por Deus o desejo de querer viver para sempre. Mas o desejo, isoladamente, não impede que a morte aconteça. A Bíblia ensina em Hebreus 9:27 que a morte é certa, e dada uma única vez até a volta de Cristo: “Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo”.

Reinhold Niebuhr escreveu a famosa oração da serenidade: “Concedei-nos, Senhor, a Serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, Coragem para modificar aquelas que podemos, e Sabedoria para distinguir umas das outras.” Apesar das nobres aspirações de pessoas como Peter Theil, a morte – pelo menos antes do retorno de Cristo – é uma daquelas coisas que "não se pode mudar”.

A morte entrou no mundo por causa do pecado, se tornando o inimigo final a ser derrotado. No entanto, a morte já foi derrotada. Jesus venceu a morte na cruz, em sua ressurreição. Para aqueles que querem realmente viver para sempre, há uma maneira: a fé em Jesus Cristo, o único que venceu a morte. Para os que creem, Ele dará uma nova vida na Terra, e a vida eterna depois de sua volta. 

Com informações de The Christian Post
www.guiame.com.br

veja também