Escola proíbe distribuição de bíblias para evitar que satânicos façam o mesmo com seus livros

A escola tomou a decisão depois da tentativa do grupo satânico de oferecer livros para colorir aos alunos depois que um outro grupo ofereceu Bíblias, no ano passado.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Quinta-feira, 12 Fevereiro de 2015 as 9:17

 

A diretoria de uma escola pública da Flórida decidiu proibir a distribuição de Bíblias e outros materiais religiosos, a fim de impedir uma organização satânica de distribuir livros satânicos aos alunos.

O movimento começou em resposta à tentativa do Templo Satânico de oferecer livros para colorir aos alunos depois que um outro grupo, World Changers, tinha oferecido Bíblias, no ano passado.

O Conselho de Liberdade, que representa o grupo cristão, disse que a escola pode ser processada pela decisão. "Acho que nós vamos ter motivos para processar a diretoria da escola com base em uma política inconstitucional", disse Roger Gannam.

O diretor da escola Bill Sublette disse, no entanto, que a escola está pronto para lidar com quaisquer casos legais. "Esta escola foi totalmente informada sobre as questões legais".

O Templo Satânico acusou a diretoria da escola de defender que apenas grupos cristãos distribuam materiais religiosos. "Se uma escola pública permite que panfletos religiosos e Bíblias sejam distribuídos aos alunos, nós pensamos que também deve ser responsável por garantir que esses alunos tenham acesso a uma variedade de opiniões religiosas, diferente de serem obrigadas a ficar de braços cruzados enquanto uma voz religiosa domina o discurso e distribui propaganda", disse Lucien Greaves, porta-voz do grupo satânico.

Alguns estudantes, como Rhiannon Dodson, que está na sétima série do Colégio Conway, disse que a política não deveria mudar. "Não impeçam as crianças de aprender e crescer", disse ela.

veja também