Estado Islâmico tem uma igreja inteira em sua lista de ‘próximas vítimas’

O grupo terrorista descobriu os nomes a partir dos diretórios da igreja publicados na internet, e agora uma igreja inteira acabou parando em uma lista de futuras vítimas.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 27 Julho de 2016 as 3:21

Bandeira do Estado Islâmico pendurada em um campo de refugiados palestinos, no sul do Líbano. (Foto: Reuters/Ali Hashisho)
Bandeira do Estado Islâmico pendurada em um campo de refugiados palestinos, no sul do Líbano. (Foto: Reuters/Ali Hashisho)

Cerca de 15 mil norte-americanos estão com seus nomes presentes na lista de “próximas vítimas” do grupo terrorista Estado Islâmico (EI). Parte desses nomes foram revelados em junho pela União Cibernética do Califado, um grupo de hackers vinculados aos extremistas.

Algumas das pessoas que estão nessa lista têm sido notificadas por investigadores do FBI, recebendo a notícia com espanto — pois os nomes não foram divulgados publicamente pelo governo americano.

O autor Michael Synder disse ao site Charisma News que foi contatado por um homem procurado pelo FBI, que descobriu que seu nome e o de sua esposa estavam entre os alvos. Ele ficou ainda mais assustado ao saber que os membros de sua igreja e seus pastores também estavam na lista.

De acordo com Synder, o grupo terrorista descobriu os nomes a partir dos diretórios da igreja publicados na internet, "e agora uma igreja inteira acabou parando em uma lista de vítimas do EI".

Segundo o jornal britânico Daily Mail, o grupo de hackers pede que os jihadistas "persigam" as pessoas que estão listadas e as "matem para se vingar os muçulmanos". Este arquivo mais recente deve ser a mais longa 'lista de vítimas' que qualquer organização filiada ao Estado Islâmico já publicou.

Um estudo realizado pela empresa de segurança Flashpoint afirma que a União Cibernética do Califado foi criada por uma fusão de uma série de grupos que apoiam o Estado Islâmico, incluindo a Exército Cibernético do Califado e o Exército Filhos do Califado.

Não está claro por qual razão os nomes dessa lista seriam alvos da organização e também não ficou claro se a lista não teria incluído nomes ou informações que já já citados em listas anteriores, que tiveram grande repercussão online.

veja também