Estátua de soldado em oração é retirada por ateus nos Estados Unidos

A estátua de um soldado prostrado diante da cruz será retirada do parque central da Carolina do Norte por causa do processo judicial feito por ateus.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Segunda-feira, 12 Janeiro de 2015 as 7:02

 

A estátua de um soldado prostrado diante da cruz será retirada do parque central, na Carolina do Norte, EUA, depois das queixas de um ateu. Depois da uma batalha judicial que durou quatro anos, a Câmara Municipal da cidade resolveu tirar o monumento.

A prefeitura cedeu a remoção da estátua após observar que seriam necessários 2 milhões de dólares de taxas para manter o monumento judicialmente, diante dos 50 mil que já foram gastos na tentativa de mantê-lo.

"A decisão de finalizar este caso foi muito difícil para o conselho da cidade", a prefeitura informou em um comunicado de imprensa. "A decisão não foi tomada até que ficou claro que os custos do processo para julgamento seriam muito maiores que os limites da política segura da cidade."

As taxas legais significam que os 2 milhões de dólares cairiam sobre os contribuintes da cidade, superando o limites de política segura da cidade de 1 milhão de dólares.

"Não há nenhuma vitória nesta situação", disse o prefeito Dillard Brunette.

A cidade foi processada pelo grupo ateísta Americanos Unidos pela Separação entre Igreja e Estado, por violar a Constituição em sua aparente apologia ao cristianismo usada nesta estátua.

No entanto, houveram muitas reações diversas à decisão. Muitos moradores sentiram que a cidade não violou as leis constitucionais e que não deve ser forçada a desistir de seus direitos, já que a maioria dos moradores quer manter o memorial. 

Um pastor local comentou que a remoção do memorial cristão pode retirar as bênçãos de Deus sobre a cidade.

veja também