Estudos científicos comprovam influências da oração no organismo humano

O estudo diz que a oração é essencialmente um exercício para o cérebro.

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 23 Maio de 2014 as 11:32

Estudos comprovam influências da oração no organismo humanoDurante séculos, a ciência vem tentando provar ou refutar o poder da oração. Agora, um novo estudo de ressonância magnética do cérebro mostra que há poder na oração, ou meditação. Não apenas o poder espiritual , mas o poder real de cura física.

O estudo diz que a oração é essencialmente um exercício para o cérebro.

Caso que tem sido citado para exemplificar este estudo é o de Billy Dorsey, que estava pronto para morrer .

"Eu não aguentava mais e eu clamei", disse o homem.

Em 2001, ele era sem-teto nas ruas de Quinta divisão, em Houston (TX) e acabou trancado dentro de um edifício por mais de uma semana. Ele havia sido deixado pelo proprietário do edifício - viciado em drogas - que trancou as portas com barras de segurança, quando ele deixou o prédio.

"Deus? Por que estou passando por isso?'. Essas foram exatamente minhas palavras", disse Dorsey.

Ele disse que sua oração foi atendida imediatamente por uma voz .

"Pacífica, gentil, suave. Não aquela voz imponente, expansiva. Era o tipo de voz que você ouve, talvez, com os seus ouvidos, mas você definitivamente a ouve também aqui", disse Dorsey como ele apontou para o peito. "Para mim, foi definitivamente uma mudança física".

Existem milhares de histórias e muitos descrevem esta sensação física como uma mudança cognitiva. O pastor Joel Osteen ouve essas histórias todos os dias, dentro e fora da igreja.

Dr. Andrew Newberg as ouviu, também. Ele é diretor de pesquisa do Hospital e Thomas Jefferson Medical College e é especializado em medicina interna e nuclear. Quando ele pensa em "oração", imediatamente liga a prática ao próprio cérebro.

"Quando olhamos para a forma como o cérebro funciona. Parece que o cérebro é muito facilmente capaz de se envolver em práticas religiosas e espirituais", disse Dr. Newberg

Ele descobriu no interior do cérebro era o único lugar para responder à pergunta : "O que acontece quando oramos?"

O que os estudos de ressonância magnética descobriram é que o cérebro tem grande facilidade de assimilar
a experiência da oração.

"Que há várias partes do cérebro que parecem se envolver e realmente se parece com o cérebro é facilmente capaz de ter essas experiências", disse o Dr. Newberg .

Dorsey testemunhou como a oração contribuiu para a sua mudança de vida.

"Ela me fez deixar de ser um cara ansioso e pronto para desistir - com medo", disse ele.

Dorsey diz que recebeu promessas de sucesso, álbuns premiados com o Grammy e o topo de seu campo de trabalho.

Pastor Osteen é agora um dos pregadores mais reconhecidos do mundo, mas uma década atrás, ele era apenas o filho de seu pai, até que uma oração mudou tudo.

"É difícil de explicar", disse Pastor Osteen . "Era algo que não estava em minha cabeça, mas aqui embaixo. Eu creio que mais no meu coração".

Não era uma voz, tanto quanto era um sentimento empurrando-o para o púlpito.

"Eu não sei que é algo que a ciência sempre vai pegar, mas isto vem de dentro", disse Pastor Osteen . " Dá-lhe confiança. Paz . Uma força interior"

Dr. Newberg é um homem de ciência e um homem de fé e ele acha que sua pesquisa mostra que você pode associar Deus e ciência.

"Ela só faz sentido se Deus está lá em cima e nós estamos aqui em baixo que teríamos um cérebro que é capaz de se comunicar com Deus , orando a Deus , fazendo as coisas que Deus nos precisa fazer ", disse o Dr. Newberg .

A ciência sugere que há um benefício na oração ou meditação. Na verdade, esta prática poderia até "moldar" o cérebro.

Em um estudo, Newberg ensinou práticas de meditação a pacientes mais velhos, com problemas de memória. Eles tinham que separar 12 minutos por dia para estes momento de silêncio e paz, durante oito semanas. Quando eles voltaram para o MRI, havia grandes diferenças (positivamente falando) em suas varreduras do cérebro.

"Tem alguma coisa a ver de forma mais geral de como podemos melhorar a função do cérebro com que esses tipos de práticas podem realmente ajudar", disse o Dr. Newberg .

Atualmente, o trabalho de Dorsey tem repercutido positivamente, com suas músicas no topo das paradas, ganhando prêmios, como o Dove Awards e até mesmo o Grammy.

"Se eu tivesse escrito um roteiro sobre a minha vida , não teria sido isso. Então eu sei que Deus é real e eu sei que a oração é real", disse o músico.

Com ou sem a ciência, Dorsey está longe de ser morto. Na verdade, ele não poderia estar mais vivo.

Com informações da Columbia News

Tradução por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também