"Eu sei que Deus é bom", diz mulher que perdeu dois filhos em tornado, nos EUA

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 26 Maio de 2014 as 5:13

"Eu sei que Deus é bom", diz mulher que perdeu dois filhos em tornado, nos EUANo dia 27 de abril um tornado devastador atravessou o estado Arkansas; um dos vários que atingiram a região naquele mês.

April, Daniel Smith e seus dois filhos - Tyler, 7, e Cameron, 9, viviam em "Vilonia", Arkansas (EUA); em uma rua que enfrentou o olho do furacão catastrófico.

Enquanto eles se abrigavam debaixo de um colchão em sua banheira, o furacão causou estragos à sua volta. Toda a sua casa foi arrancada de suas fundações e tragicamente, Tyler e Cameron estavam entre as 15 pessoas mortas listadas na ocasião. April e Daniel sobreviveram milagrosamente, apesar de cada um ter sofrido ferimentos significativos.

A melhor amiga de April, Jessica Sowards compartilhou a história da família em seu blog, depois de visita-los no hospital e descobrir que sua amiga, embora devastada pela perda dolorosa de seus dois filhos, ainda era capaz de encontrar esperança por meio de sua fé inabalável em Cristo Jesus.

"Eu sei que tenho que passar por mais dores do que eu provavelmente possa entender. Mas eu sinto a paz sobrenatural. Eu não sei o que Deus tem para mim e meu marido, que os nossos meninos não poderiam estar aqui, mas eu sei que Ele é bom. Seu plano é bom. Deus pode superar até mesmo isso" , disse April, apenas dois dias após a tragédia.

O post de Jessica desde então passou a ser viral, ganhando milhões de acessos e atingindo pessoas de todo o mundo. Ela recebe cartas e e-mails diariamente, dizendo que o testemunho de April está inspirando muitos a terem mais fé em Deus.

Jessica contou a história em primeira mão ao Christian Today, falando sobre como a força de Abril trouxe-lhe conforto em sua própria dor.

"Nós tínhamos acabado de nos mudar para a nossa nova casa, que é cerca de cinco minutos de onde a casa de April e Daniel ficava. Nós estávamos apenas a descarregando nossa mudança do caminhão, quando ouvimos relatos de que o furacão estava atingindo aquele solo e vindo em nossa direção", lembrou Jessica.

"Sendo assim, nos escondemos e eu comecei a tentar fazer contato com April, enviando mensagens pelo celular, porque havíamos visto que o olho da tempestade estava indo para a casa dela e que eu não seria capaz de chegar lá a tempo. Quando o meu marido, Jeremy chegou até lá, descobriu que o furacão os tinha atingido. Ele encontrou os seus filhos e foi capaz de estar lá com April e Daniel, encontrando ajuda médica para eles", contou.

A notícia chocou sua pequena comunidade e a própria Jessica estava arrasada com a perda dos dois meninos, os quais haviam brincado com seus próprios filhos, poucos dias antes.

"Eu estava completamente arrasada", compartilhou.

Jessica contou como a fé de April a surpreendeu. Em uma visita ao hospital, apesar dos ferimentos e da perda dos filhos, a mãe que acabara de perder dois filhos demonstrava que sua fé permanecia firme.

"Eu fui ver April no hospital, esperando que ela estivesse tão diferente, amargurada, irritada e completamente quebrada, mas eu cheguei lá, ela começou a falar e dentro de um dois de minutos, percebi que sua fé era inabalável. Ela me incentivou, dizendo: 'Não fique com raiva, Deus é bom, tudo isto faz parte de um bom plano'. Obviamente ela estava de coração partido, mas ela não parava de dizer 'Eu sei que Deus é bom", exclamou.

A amiga de April ainda ressaltou que não somente ela, mas todos à volta da mulher estavam impressionados com sua atitude diante daquela adversidade.

"Eu estava completamente fora de mim. Esta foi realmente uma grande notícia por aqui. Temos muitos tornados, mas não costumam ser do tipo que matam muitas pessoas e causam tanta destruição, por isso tem sido falado em todos os noticiários de que há uma família que perdeu seus dois filhos. Quando coisas como esta acontecem você se coloca no lugar dessa pessoa e se pergunta: 'o que eu faria se eu perdesse os meus filhos? É uma perda inimaginável, e como eu iria viver com isso? Eu sou uma mãe e eu não consigo imaginar perder nenhum dos meus filhos, e muito menos todos eles. Mas quando eu vi o quão forte ela é, Ele imediatamente tirou um fardo de amargura de mim. Senti que não podia me sentir desesperada se ela não o fez, e se a sua fé poderia ser tão forte, assim também poderia ser a minha", relatou.

Com informações do ChristianPost

Tradução por João Neto

veja também