Evangélica participa do concurso Miss Bumbum e diz "sofrer com preconceito"

Rebeka reconheceu que a sua atitude também pode não ser bem aceita por muitos evangélicos, mas continuará no concurso, apesar disso.

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 19 Agosto de 2014 as 9:11

Evangélica participa do concurso Miss Bumbum e diz "sofrer com preconceito"Uma das candidatas ao título de "Miss Bumbum 2014" afirmou que "vem sofrendo com preconceito". Rebeka Francis é de Rondônia, mas está morando em São Paulo e teve a frase "Miss Bumbum do Capeta" pichada com letras garrafais próximo à entrada do seu prédio, em SP.

Inicialmente, acreditou-se que a mensagem seria direcionada a Andressa Urach - que participou de outra edição do concurso e agora divide o apartamento com a nova candidata. Porém, a própria Rebeka explicou que a ofensa seria direcionada a ela mesma, que assumiu ser evangélica.

“Aquilo foi pra mim, pois há dias tinham uns perfis fakes em minhas redes sociais falando sobre minha religião. Como é algo que realmente me ofende, eles acharam meu ponto fraco e quiseram me humilhar. As pessoas são maldosas e acabam não tendo noção de seus atos”, disse.

Segundo a rondoniana, participar de um concurso como este sempre esteve em seus planos. Apesar de a família não aprovar, aceitou a decisão de Rebeka.

"Eles aceitaram. Quando entrei no concurso, foi para ir até o fim. Posso sensualizar, sim, sem problema nenhum, mas uma coisa é o concurso, outra é a minha religião. Jamais vou sensualizar em uma igreja", explicou.

Atualmente, em São Paulo, Rebeka tem frequentado a Igreja Universal, junto com a "colega de quarto", Andressa Urach.

“Conheço uma Andressa que poucas pessoas conhecem, uma pessoa batalhadora, amiga, sincera e também temente a Deus. Sinto que Deus está fazendo a obra na vida dela e me sinto muito abençoada por estar participando disso”, declarou.

"Preconceito"
Rebeka reconheceu que a sua atitude também pode não ser bem aceita por muitos evangélicos, mas continuará no concurso, apesar disso.

“Não estou me vendendo, nem nada parecido. Sou empresária, estudante e participante de um concurso, mas as pessoas com certeza vão me julgar como pecadora. Quem não tem pecado que atire a primeira pedra. Sei que Deus sabe meu coração e meus sonhos, o que me importa é ir buscar a palavra e alimento para meu espírito”, afirmou.

Com informações do Ego.Globo

veja também