Família e médicos testemunham poder das orações após bebê se livrar de tumor no cérebro

A pequena Paisley Hatfield havia sido diagnosticada com uma suspeita de tumor no cérebro. Sua família pediu que amigos e familiares orassem pela criança e dias depois, os médicos se surpreenderam ao ver que o possível tumor simplesmente sumiu do cérebro do bebê.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 27 Novembro de 2015 as 1:20

Carissa Hatfield segura a pequena Paisley nos braços, enquanto testemunha o milagre que surpreendeu a todos, em Cincinnati / Ohio, EUA (Imagem: WCPO)
Carissa Hatfield segura a pequena Paisley nos braços, enquanto testemunha o milagre que surpreendeu a todos, em Cincinnati / Ohio, EUA (Imagem: WCPO)

Um casal de Cincinnati (Ohio) está creditando a cura de sua filha recém-nascida à "intervenção divina" e orações da família e amigos, depois que um possível tumor havia sido diagnosticado no cérebro da criança, desapareceu repentinamente.

"Assim que ele entrou, ele se sentou e estava apenas balançando a cabeça", relatou a mãe, Carissa Hatfield, comentando a atitude do médico, ao dar a boa notícia sobre sua filha.

"Ele disse: 'Suas orações devem ter funcionado, porque quando eu fui fazer a biópsia não havia nada", contou Carissa.

Até dois dias atrás, Carissa e Matt Hatfield temiam que sua filha, a pequena Paisley poderia morrer em razão deste tumor, segundo a emissora 9 WCPO informou na última quarta-feira (25).

Os pais notaram uma inclinação no lado esquerdo de seu rosto de Paisley desde que ela nasceu, e decidiram buscar ajuda no Hospital Infantil de Cincinnati, em Liberty Township (Ohio).

Eles foram informados de que os médicos descobriram uma massa perto da base do cérebro de sua filha e a pequena Paisley foi foi submetida a uma biópsia na última segunda-feira (23). Mas depois de convocar amigos e familiares para orarem por sua filha, os pais da criança foram informados de que a massa que poderia ser um tumor, simplesmente sumiu - algo que os médicos ainda não conseguiram explicar, cientificamente.

O hospital disse em um comunicado: "Os médicos que acompanhavam o caso da criança esperavam pelo pior, ou seja, um tumor maligno. Mas quando os cirurgiões chegou ao local onde o tumor suspeito era visível na varredura, não encontraram nada. Eles não poderiam estar mais felizes para contar a boa notícia à família Hatfield".

Matt Hatfield, que se descreveu como um "homem de Deus", disse que ele acredita que sua família foi abençoada por um "verdadeiro milagre", e uma "cura verdadeira".

 

veja também