"Foi o pior dia da minha vida", diz Rick Warren sobre suicídio do filho

"O suicídio é uma tentativa permanente e irreversível de resolver um problema temporário. Não é uma solução sensata", alertou o pastor e escritor cristão.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2016 as 11:10

Rick Warren, escritor e pastor da Igreja Saddleback, em Lake Forest, California, prega durante conferência de pastores, em 2014. (Foto: Sonny Hong / Christian Post)
Rick Warren, escritor e pastor da Igreja Saddleback, em Lake Forest, California, prega durante conferência de pastores, em 2014. (Foto: Sonny Hong / Christian Post)

O pastor e escritor evangélico Rick Warren está compartilhando uma mensagem para aqueles que estão pensando em suicídio, dizendo que, como o pai de um filho que tirou a própria vida, ele "ainda lamenta todos os dias pela decisão que o filho tomou".

"Muitos estudos têm mostrado que diversas pessoas se sentiram 'suicidas' em algum ponto baixo de suas vidas", disse Warren, pastor da Igreja Saddleback, em uma mensagem de vídeo, gravada no Condado Orange, Califórnia (EUA).

Warren acrescenta que enquanto alguns pensam que o suicídio vai acabar com seus problemas, na verdade, esta seria uma 'solução permanente para um problema temporário.

Em sua mensagem, Warren compartilhou o profundo sofrimento e a dor que perdura diariamente após o suicídio de seu filho, Matthew, em 5 de Abril de 2013, explicando que seu filho mais novo lutou contra uma doença mental a vida inteira.

"Foi o pior dia da minha vida e eu ainda lamento todos os dias por causa da permanência da sua decisão de tirar sua própria vida", diz Warren.

Warren passou a compartilhar uma mensagem com aqueles que chegaram a contemplar a ideia do suicídio, dizendo que, embora o ato possa parecer uma 'solução', é, de fato, permanente e irreversível.

"O suicídio é uma tentativa permanente e irreversível de resolver um problema temporário. Não é uma solução sensata. Você não tem que morrer para acabar com sua dor", Warren salienta, comparando o ato de suicídio a "usar uma bomba nuclear para limpar um enxame de moscas".

"É irreversível e isto vai trazer muito mais danos do que você possivelmente possa perceber e afetará muitas outras pessoas além de você mesmo".

Warren continuou a enfatizar que "nenhuma emoção dura para sempre", e mesmo que a depressão seja intensa, "não pode durar para sempre".

Além disso, aqueles que sofrem de depressão não devem viver o seu desespero sozinhos, mas devem buscar por ajuda, aconselhou Warren, citando Gálatas 6, que encoraja os cristãos a "carregar os fardos uns dos outros".

Em última análise, o líder evangélico afirma que Deus tem um plano e um propósito para cada um de seus filhos, e este "plano ou propósito para sua vida é maior que o problema ou o sofrimento que você está enfrentando agora".

Esposa do pastor Rick, Kay Warren disse ao 'Christian Post', em setembro (2015), que ela mantém a esperança que seu filho está no céu, mesmo depois de ter tirado a própria vida.

"Deus nos prometeu que a salvação de Matthew estava a salvo e segura. Matthew entregou a sua vida a Jesus, quando ele era um menino. E assim, eu estou absolutamente confiante, baseada na obra de Jesus, que Mateus está no céu", disse ela. "E esta é uma esperança certa".

 

veja também