Fora do Contexto: Conheça 5 versículos mal utilizados pelos cristãos

Saiba quais são alguns dos mais conhecidos erros que o uso de versículos fora de seu contexto original pode causar.

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 15 Setembro de 2014 as 3:09

Fora do Contexto: Conheça 5 versículos mal utilizados pelos cristãosA Bíblia é brilhante. Cheia de sabedoria, e mais do que isso, um livro que é de alguma forma viva; a maneira mais clara de que a humanidade possa ouvir a voz de Deus. Tomado como um todo, ela se comunica o coração, o caráter e a natureza de Deus e nos dá uma compreensão de sua relação com a humanidade. No entanto, graças a um arcebispo do século 13 de Canterbury, a Bíblia é dividida em capítulos e versículos em que citamos e fazemos referências hoje - e é aí que o problema pode começar...

Enquanto capítulos e versículos são úteis para navegar na Bíblia, eles também podem levar-nos a tirar frases curtas fora de contexto - ao passo é muito mais fácil para nós, fazermos as palavras significarem o que nós queremos. Às vezes, o significado original traduz; em outros momentos, subverte um pouco (uma das principais razões que os ateus afirmam que a Bíblia se contradiz) - e às vezes muda completamente a nossa compreensão da sabedoria bíblica - e até mesmo do caráter de Deus. Aqui estão apenas alguns exemplos dos mais populares - e alguns podem dizer mais mal utilizados - versículos da Bíblia, junto com uma sugestão do que podem realmente significar no contexto.

"Não julgueis, para que não sejais julgados" (Mateus 7:1)

Fora de contexto: Em uma cultura pluralista, onde o maior "pecado" é a intolerância, isso se parece muito com Jesus nos dizendo para não criticar ou encontrar a falha com um estilo de vida de cada um.

Em contexto: Nos versos que vão do 3 ao 5, Jesus diz-nos primeiro para abordar as questões em nossas próprias vidas (a trave no nosso próprio olho) antes de virar as nossas atenções para os problemas com os outros. Mas, no verso 5 ele também indica que uma vez que nós colocamos nossas próprias casas em ordem, estamos habilitados para ajudar outras pessoas a lidarem com seus problemas. Então, enquanto nós devemos ter cuidado para não nos comportarmos como acusadores, devemos estar envolvidos - com humildade e através da comunidade - em ajudar os outros a trabalhar através de seus problemas.

"Esquecendo o que fica para trás e para o que está à frente" (Filipenses 3:11)

Fora de contexto: Se isso parece mesquinho, este versículo está incluído, porque se tornou um favorito recente de líderes cristãos rapidamente restaurados que tiveram anteriormente uma grande queda moral. As palavras de Paulo também parecem sugerir que não devemos sempre olhar para trás em nossos erros - que todos nós precisamos nos preocupar em simplesmente 'avançar', 'prosseguir'.

Em contexto: Paulo não está refletindo nesta passagem sobre seus erros, ou sobre as coisas terríveis que ele costumava fazer quando ele era um caçador de cristãos - mas em suas muitas realizações e reivindicações de justiça. Este fala sobre sobre Paulo e o desmantelamento seu próprio orgulho, e não sobre encobrir seus erros.

"Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali estou eu com eles" (Mateus 18:20)

Fora de contexto: Este versículo parece sugerir que, a fim de ampliar as nossas orações ou a nossa experiência com Deus, temos que formar uma pequena reunião. Este versículo é muitas vezes usado como uma convocação para unir as pessoas para a oração ou adoração.

Em contexto: Esta é a parte final de uma seção sobre como lidar com as divergências, e navegar em um caminho de unidade dentro da igreja. Jesus está dizendo que há algo de belo e santo sobre a resolução de litígios na união - mas ele não está sugerindo que há algum poder especial de oração amplificado que nega o ponto de devoção individual.

"Pois eu bem sei os planos que tenho para você ..." (Jeremias 29:11)

Fora de contexto: Muitas pessoas usam este versículo como um favorito pessoal, talvez porque parece oferecer uma garantia de que, no final, a vida vai ficar bem, e que a direção para a qual todos estamos todos indo é leva à prosperidade. O problema é que quando a nossa fé é baseada em tal idéia, e algo muito ruim que nos acontece, acabamos perguntando: "Como Deus poderia fazer isso? Como ele poderia quebrar uma promessa como essa?"

Em contexto: Esta palavra não é dada a um indivíduo, mas a um povo - os exilados na Babilônia. Deus está prometendo que ele não desistiu de seu povo (Israel), e que mesmo que as coisas pareçam sem esperança, eles ainda têm um futuro. O contexto dos versos 1 ao 3, que explicam que esta é uma carta aos exilados, deixa isso bem claro - mas quando o versículo por si só é usado, torna-se uma promessa de prosperidade terrena pessoal que Deus simplesmente não faz. O princípio de Deus ser por nós e nos dar um futuro brilhante é absolutamente verdade - mas este versículo não é a nossa melhor fonte para essa notícia, e também parece sugerir que vamos caminhar pela vida incólume, o que infelizmente não é a experiência de muitos cristãos fiéis.

"A verdade vos libertará" (João 8:32)

Fora de contexto: Uma das muitas expressões culturais populares que começaram como versículos bíblicos, isso parece ser uma afirmação que diz que a verdade - em oposição a uma vida construída sobre mentiras - é um caminho para a "liberdade" pessoal. Em um nível, é claro, isso é absolutamente correto; o único problema é que essa leitura retira o verso do seu verdadeiro significado, extraordinário ...

Em contexto: Jesus está falando aos judeus que haviam crido em sua mensagem, mas que também encontravam dificuldades na interpretação de sua mensagem de libertação - muitos não entendiam o motivo de precisarem de uma nova aliança no lugar da "antiga aliança". Então, Jesus explica que eles são "escravos do pecado", e que ele veio para liberta-los da escravidão. Como parte disso, ele se refere a si mesmo como "A Verdade" (como em João 14 v 6). A chave está no verso anterior - seguir a verdade significa manter o ensinamento de Jesus. Portanto, este versículo é, na verdade, sobre como Jesus tem o poder de abrir o caminho entre o homem e Deus, e como o caminho para a que está em segui-lo.

A lição em todos esses casos é simples - se você sentir-se tocado por um verso, certifique-se de encontra-lo no contexto do capítulo, ou melhor ainda, de que leu o livro inteiro. Deus tem muito a nos dizer hoje, através da sua palavra, mas se escolhermos frases simples para "faze-lo dizer o que queremos", podemos reduzir a sua santa e viva Palavra a um manual de auto-ajuda. Como Inigo Montoya disse em "The Princess Bride":

"Você continua usando esta palavra. Eu não acho que ela significa o que você pensa que ela significa".

Por Martin Saunders - Diretor criativo no ministério "Youth Scape" (Reino Unido)

*Publicado originalmente no Christian Today

**Tradução por João Neto - www.guiame.com.br

 

veja também