Franklin Graham adverte cristãos dos EUA: “nós vamos ver a perseguição neste país”

Nós temos um problema neste país. Estamos perdendo a nossa liberdade religiosa, de pouco a pouco", disse o filho do evangelista Billy Graham.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 9 Março de 2015 as 8:51

Franklin Graham deu uma grave advertência aos cristãos que vivem nos Estados Unidos.
Franklin Graham deu uma grave advertência aos cristãos que vivem nos Estados Unidos.

 

Franklin Graham deu uma grave advertência aos cristãos que vivem nos Estados Unidos neste domingo (8), durante uma entrevista a um programa de TV americano: "Eu acredito que nós vamos ver a perseguição neste país."

"Nós temos visto muitas leis que restringem nossa liberdade como cristãos. Acredito que vai piorar, e não vemos nenhum questionamento vindo de Washington por parte daqueles que representam a fé islâmica. Nós temos um problema neste país. Estamos perdendo a nossa liberdade religiosa, de pouco a pouco", disse Graham.

Não é a primeira vez que o filho do famoso evangelista Billy Graham emitiu um alerta para os cristãos americanos. Anteriormente, ele advertiu que a moralidade dos EUA está desmoronando, porque Obama "defende o islã e castiga os cristãos; repreende os nossos aliados e faz amizade com os nossos inimigos; apoia abertamente o casamento gay e o aborto, mas nega a liberdade religiosa daqueles que não concordam", em um post no Facebook.

Graham também expressou sua preocupação com a  política externa do governo de Obama, que tem repreendido aliados da nação, como Israel, enquanto tenta se moldar a países hostis para ganhar influência no Partido Democrata.

Por isso, Graham tem incentivado cristãos a orarem e se envolverem no cenário político. "Os gays e lésbicas estão na política, eu posso te dizer isso. Todas as pessoas anti-Deus estão na política. Por que não a igreja deve estar lá? Quem disse que não podemos falar mais alto? Quem disse que a nossa voz não pode ser ouvida? Se envolva!”

 

 

veja também