"Genocídio é uma palavra suave para o nosso sofrimento", diz pastor do Oriente Médio

Os relatos do pastor foram compartilhados no programa do evangelista Franklin Graham, que conta histórias de cristãos perseguidos pelo mundo.

fonte: Guiame, com informações do Charisma News

Atualizado: Sexta-feira, 7 Abril de 2017 as 9:56

Além do programa especial, a associação compartilhará outras histórias de cristãos perseguidos e suas famílias em um evento.
Além do programa especial, a associação compartilhará outras histórias de cristãos perseguidos e suas famílias em um evento.

No ano passado, mais de 90 mil cristãos foram mortos por causa de sua fé. Isso significa que uma pessoa cristã morreu a cada seis minutos. Os estudos continuam mostrando que os seguidores de Cristo são os mais perseguidos no mundo, e os ataques só estão piorando. Mas, como devemos responder?

"É bárbaro, é mau, e é hora de nos levantarmos e fazer algo", disse recentemente o evangelista Franklin Graham sobre a perseguição. "Eu acredito que nós, como cristãos, precisamos acordar, se não fizermos isso agora, será tarde demais", alertou o filho de Billy Graham.

Para incentivar os cristãos e trazer luz à crise, a Associação Evangelística Billy Graham está dedicando seu programa especial de televisão em abril para contar histórias de perseguição. O programa, “Perseguição e o Evangelho”, inclui relatos emocionantes de que inúmeros cristãos que estão enfrentando ataques contra a fé.

"Isto está acontecendo dia após dia, semana após semana", disse Graham. "Os cristãos estão sob ataque". O evangelista observa que a perseguição não se limita apenas ao Oriente Médio. Na verdade, seu programa apresenta a história de um homem que vive no Sudão que enfrenta tanto perigo por sua identidade que ele precisou se esconder.

Um líder religioso no Iraque que foi sequestrado e torturado e também um pastor no Líbano cuja igreja foi atacada, compartilham o nível de perseguição que enfrentam. "O genocídio é uma palavra suave para o que aconteceu ao meu povo", disse o pastor no programa de 30 minutos. "A mensagem tem que chegar: Salve meu povo, estamos morrendo aqui!".

Grande Evento

O programa “A Perseguição e o Evangelho” acontece um mês antes da Cúpula Mundial em Defesa dos Cristãos Perseguidos, que a Associação Evangelística Billy Graham realiza em Washington, DC, de 10 a 13 de maio. O evento reunirá 600 líderes de igrejas e defensores de 130 países - muitos deles vítimas de perseguição.

Além do programa especial, a associação compartilhará outras histórias de cristãos perseguidos e suas famílias que serão levadas para o evento. "Quero que os políticos vejam em primeira mão o que está acontecendo", explicou Graham. "Eu quero colocar bastante evidência sobre os cristãos ao redor do mundo que estão sendo perseguidos, que estão sendo torturados", finalizou.

veja também